O futuro da Squadra Azzurra

Por João Victor Cardoso

Roberto Mancini foi o escolhido para começar a reformulação na Seleção italiana após os recentes vexames nas eliminatórias e Copas anteriores. Os italianos ficaram presos ainda a sistemas e nomes antigos, as reformas e trocas começaram muito tardiamente ou então sem a criação de grupos coesos e com nomes de qualidade. Com Mancini a proposta já parece ser diferente. Convocou alguns bambinos, como Zaniolo, Pellegri e Chiesa já nos seus primeiros jogos. Mesmo que os resultados não tenham vindo, o futuro aponta para a renascença italiana no mundo do futebol. Com organização e orientação, os jovens possuem ótimas condições de reconduzir a Squadra Azzurra de volta as glórias.

Neste texto busquei falar de alguns nomes desconhecidos. Fugindo um pouco de famosos como Donnarumma, Romagnoli e Pellegrini, mas com jogadores que podem aparecer nas próximas convocações do treinador italiano e que, com certeza, participarão das etapas do ciclo de renovação para a Copa de 2022. Vamos então a alguns destes jovens!

Alessandro Plizzari (Milan – 18 anos)

ibra

Plizzari e Donnarumma são duas pérolas da base do Milan que, com certeza, ainda trarão muitos frutos ao time de Milão. Focando no primeiro: jogador já cotado para ser o substituto de Gigio Donnarumma se o goleiro da seleção principal sair. Hoje, com 18 anos, Alessandro se mostra com uma técnica muito apurada, principalmente no que se refere a reflexos e agilidade nas defesas. Vendo as qualidades do jovem, Gattuso (treinador do AC Milan) já o promoveu para a equipe principal. Certamente Plizzari será um dos nomes que participará deste ciclo para a Copa de 2022, provavelmente sendo um dos goleiros reservas de Donnarumma na Copa do Catar.

Davide Calabria (Milan – 21 anos)

ibra

Aqui um destaque mais uma vez para a academia do Milan. Calabria é outro lateral que se mostra com qualidade para servir a seleção. Com muita naturalidade, assumiu a titularidade da lateral direita dos Rossoneri. Muita habilidade defensiva para fechar linhas e vencer os atacantes no 1 vs 1 (conta com 4 desarmes e 3 cortes por jogo, em média no campeonato italiano), mas também contribui ofensivamente com boa qualidade de passes e jogo interno. Ainda tem a evoluir, mas já é um dos grandes laterais da nova geração.

Filippo Romagna (Cagliari – 21 anos)

ibra

Em um país onde o talento defensivo é tão perceptivel surgem inúmeros nomes de qualidade para a zaga. Nesse sentido, apareceram recentemente jogadores como Alessio Romagnoli, Mattia Caldara e Daniele Rugani. Romagna surge para disputar com esses fenômenos da defesa uma vaga na Squadra. E arrisco a dizer que seu futuro é muito promissor com relação a isso. Conta com habilidade para sair jogando tranquilamente com os pés, embora ainda peque nas tomadas de decisão para que a saída de bola seja limpa e segura. Como disse, Filippo disputa com verdadeiros colossos um lugar na seleção, mas tem qualidade e, se for bem lapidado, pode surpreender.

Manuel Locatelli (Sassuolo – 20 anos)

ibra

Recentemente negociado com o Sassuolo em busca de mais espaço, Locatelli é um volante regista clássico (volante ou meia com a função de ditar o ritmo do time). Com incrível capacidade de melhorar a circulação da bola, Manuel caiu como uma luva no esquema proposto por De Zerbi (técnico do Sassuolo) e tem evoluído muito nas mãos de um dos treinadores mais promissores da Itália. Muito inteligente taticamente e com uma visão de jogo monstruosa, Locatelli é nome constante nas seleções de base e futuro substituto de Jorginho na Azzurra

Nicolò Zaniolo (Roma – 19 anos)

ibra

Contratado pela Roma nessa última janela de transferência após uma temporada sensacional pela Inter Primavera (categorias de base da Inter de Milão). Somou 35 jogos, 14 gols e 11 assistências enquanto esteve em Milão, o que justifica o investimento de 4,5 milhões de euros em sua contratação. Por ser muito alto (1,90 de altura) e forte, Zaniolo costuma atuar como um ponta de lança, ou seja, participa na base das jogadas em associações com os volantes, mas ao ativar os pontas parte para a área para tentar a jogada aérea. Já convocado por Mancini, que viu no meia seu grande potencial de desequilíbrio e deu chance para o garoto mostrar serviço, mesmo sem entrar em campo.

Federico Chiesa (Fiorentina – 21 anos)

ibra

Outro que já apareceu na lista de Roberto Mancini para os jogos da Liga das Nações. Um dos melhores pontas que a Itália produziu recentemente. Muita habilidade para oferecer desequilíbrios no terço final e criar sistemas próprios a partir de dribles e associações velozes. Chiesa é o principal nome da Fiorentina e tem tudo para se firmar neste ciclo pós-Copa. Talvez seja um dos jogadores com mais qualidade técnica que Mancini possui no terço final. Uma verdadeira joia que, bem lapidada, será um dos grandes nomes da Copa no Catar.

Moise Kean (Juventus – 18 anos)

ibra

Um verdadeiro fenômeno das categorias de base da Itália, o jovem Moise é outra pérola que deve participar desta reconstrução da seleção. Um centroavante de muita mobilidade, mas com um faro de gol brutal. Geralmente costuma se movimentar por todos os espaços do ataque, sabendo atacá-los e associar bem com os extremas. Assim como ser uma válvula de escape brutal para os contra-ataques e transições velozes, com dribles e jogadas individuais consegue desconcertar os zagueiros e finalizar. Assim como Plizzari, deve esperar um pouco no banco devido à hierarquia no clube, afinal disputa posição com jogadores como Cristiano Ronaldo e Dybala.

Patrick Cutrone (Milan – 20 anos)

ibra

Outro grande jogador que as categorias de base do Milan produziu recentemente. Um matador clássico. Centroavante muito forte para segurar os zagueiros e oferecer profundidade à equipe. Sem falar na concentração e na vontade do garoto em conseguir um lugar entre os titulares. Temporada passada anotou 10 gols no campeonato italiano e nesta, em apenas 15 minutos em campo (afinal disputa posição com Gonzalo Higuaín e está começando no banco) já deixou um gol contra a Roma. Cutrone já apareceu em convocações anteriormente e é outro nome praticamente certo para o ciclo de 2022, só precisa de mais minutos em campo com a camisa do Milan, que certamente serão conquistados.

@jvcardoso05

Imagens: Getty images Dados: Whoscored

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s