Como joga o EC Vitória de Paulo César Carpegiani?

Por Ícaro Caldas Leite

O Esporte Clube Vitória contratou Paulo César Carpegiani, no dia 14 de Agosto de 2018. O contrato é válido até o término do Brasileirão 2018.

Em seus dois primeiros jogos comandando o Vitória, Paulo César Carpegiani sofreu duas derrotas, diante do Palmeiras (em casa 3-0) e Flamengo (fora de casa 1-0). Diante do Atlético-MG em casa, o Vitória teve o seu primeiro triunfo sem sofrer gol (1-0) com Paulo César á frente. Contra o América-MG, outra vitória pelo placar mínimo (1-0). Nas duas vitórias sem sofrer gols e jogando em casa, o menino revelado pela base do clube marcou o gol da vitória. Léo Ceará ganhou a vaga de centro-avante titular para Walter Bou e André Lima. Contra o Fluminense, o primeiro empate, uma atuação ruim, mas com 1 ponto conquistado e novamente sem sofrer gol. Isso não ocorria com o Vitória desde o Campeonato Brasileiro de 2003.

Análise tática:

Na análise sobre o seu time, eu irei definir em duas parte: Vitória jogando em casa e o Vitória jogando fora de casa.

Fora de casa, o Vitória tem uma postura mais pragmática: bloco baixo, não marca pressão e deixa a bola com o dono da casa. Dentro de casa, o Vitória é totalmente diferente: marca-pressão, posse de bola e passa a maior parte atacando e agredindo o adversário.

FORA DE CASA:

pcc 1Bloco baixo, jogador do Vitória só pressiona o jogador adversário que está com a bola a partir do seu campo.

DENTRO DE CASA:

pcc pressão 5pcc pressãoVitória agressivo, pressionando a saída de bola adversária com 7 jogadores e com o bloco mais adiantado.

Sem a bola, o Vitória tem uma variação tática: alterna entre o 4-1-4-1 e o 4-4-2.

carpeJogo contra o Palmeiras, o Vitória defendia-se no 4-1-4-1 com o Ramon entre as linhas DEFESA-MEIO CAMPO e o Neílton à frente.
442 pccNo jogo contra o Vasco, o Vitória defendeu-se no 4-4-2. André Lima e Léo Ceará estão avançados da segunda linha de 4.
pcc linha sustentadaO que acontecia muito com o time do Mancini eram os defensores não respeitavam a linha de defesa que só vivia quebrada.

 

cobertura pccCobertura do LD quem faz é o volante. Neste jogo, o Rodrygo faz a cobertura da subida do Jeferson.

 

cobertura le pccNo lado a esquerdo, com a chegada do Fabiano quem faz a cobertura é o volante Marcelo Meli.

 

ESCANTEIO A FAVOR E CONTRA:

pcc escanteio contra e favorEscanteio ataque e defesa do ecv de Paulo Carpeggiani. Contra: todos os 11 jogadores na área, Bou fecha na 1• trave, Erick e Jeferson como válvulas de escape. A favor: 6 jogadores vão para a área, Bou “tapando” a visão do goleiro e atrás da linha, e os outros 5 a frente dela.

vit escanteioExiste também a marcação setorizada: triangulação no 1° pau.

Na sua saída com a posse:

carpediemNos jogos em que o Bruno Bispo atuou como LE, ele ficava mais “preso” e o Jeferson apoiava mais. Era mais ou menos uma saída de 3 do Vitória com os 3 zagueiros.
le apoio pccE mesmo com um lateral de origem na PO, o Vitória mantém essa ideia.

@King_Frames

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s