O Santos segue evoluindo com o “Cucabol” – ANÁLISE TÁTICA VASCO 0 x 3 SANTOS

Por Charlton Júnior

Precisamos falar desse “novo Santos”, o Santos do técnico Cuca, que com tão pouco mudou o time e já mostra ter o elenco em mãos, a prova disso foi mais uma partida consistente dos Meninos da Vila, dessa vez, aplicando um fácil 3×0 no Vasco em pleno Maracanã, trazendo à tona toda a fragilidade do time carioca.

A evolução do Santos passa pela mudança de esquema tático, a chegada de Pato Sánchez foi fundamental para o esquema adotado, uma das opções era que ele fosse o “camisa 8”, aquele que auxilia os zagueiros na saída de bola e sendo intenso na marcação, mas Cuca (inteligentemente) o posicionou de forma muito mais funcional e benéfico para o time, como um extremo pelo lado direito, posição já conhecida pelo mesmo.

palFoto: GloboEsporte.com

Cuca em sua declaração pré-jogo, relatou que queria muita movimentação pelo meio, por parte do Gabriel e Eduardo Sasha, a execução beirou o perfeito, sem um camisa 9 de ofício, é quase que uma obrigação muita mobilidade pelos homens de frente e também intensidade e inspiração pelos jogadores de meio-campo. O resultado disto foi o primeiro gol aos 4 minutos de jogo, em uma jogada que vem sendo uma das marcas do time de Cuca em seu segundo comando no Santos, bola no pé, triangulações e infiltrações.

dsaasdNo gol, vemos a triangulação do Santos pelo lado esquerdo, com superioridade numérica no setor (3×2), e a movimentação do Gabriel Barbosa que sai da marcação da zaga e aparece sozinho para finalizar. Detalhe para Pato Sánchez aparecendo pela direita, pisando na área para finalizar.

É válido ressaltar que o menino Rodrygo não vive um bom momento (o que é normal essa oscilação), o Santos que outrora era um time desequilibrado, que geralmente atacava pelo lado esquerdo em jogadas individuais do “Raio”, hoje, tem um equilíbrio maior no momento ofensivo, tornando-se muito menos previsível.

palA combinação Victor Ferraz + Pato Sánchez/Derlis Gonzales + Gabriel Barbosa e o bom momento dos citados, tem dado uma força maior pelo lado direito, equilibrando as ações.

Outra marca importante que temos de ressaltar é a defesa do Santos, que mesmo jogando com uma zaga considerada reserva (Gustavo Henrique e Robson Bambú), mostrou-se sólida e já vai pro seu 5º jogo sem tomar gol (grande problema do time de Jair Ventura), isso perpassa também pelo excelente trabalho do Diego Pituca e do Alison (que mais uma vez que juntos somaram 13 duelos vencidos de 17 tentados) foram impecáveis e implacáveis na marcação. O modelo de marcação adotado por Cuca (já falado aqui no MW), tem sido muito eficiente, principalmente no Campeonato Brasileiro.

pal

A partida entre Vasco e Santos ontem, poderia se chamar Gabriel Barbosa, com 3 gols foi o nome do jogo. A sua movimentação, participação no momento de criação das jogadas, entrega na marcação e liderança também foram essenciais para o resultado! Mais um acerto do Cuca que recuperou o bom futebol do menino e também o controlou psicologicamente lhe atribuindo uma liderança técnica. Pato Sánchez mais uma vez também foi destaque, quiçá a melhor contratação do futebol brasileiro pós-copa, ele tem mostrado um “touro”, briga por todas as bolas, está em todas as partes do campo e ainda pisa na área para finalizar.

O Santos segue evoluindo e a próxima partida é contra o Grêmio na próxima quinta-feira, a expectativa é a repetição de uma boa performance, pois, será necessário se o Alvinegro quiser sair como vencedor da partida.

@chaarltonjunior

Até a próxima!

#AprendemosJuntos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s