Casamento de características – ANÁLISE TÁTICA REAL MADRID 4 x 1 LEGANÉS

Por Caio AIves

brOs soldados de Julen Lopetegui [Real Madrid]

Contra o Leganés, mais uma vitória – desta vez, por 4×1. Ainda mais destacável que o resultado, é o desempenho e o casamento de características entre plantel e treinador. Exceto pelo primeiro tempo contra o Girona, o Real Madrid, até aqui, não deixou de se impor, muito menos precisou enfrentar adversidades dentro dos jogos.

brOs XI iniciais

De início, o treinador efetuou três trocas, sendo Navas por Courtois, Nacho por Varane e Isco pelo retorno de Modric – este, fazendo muita diferença. Ainda que com quase o mesmo time da temporada passada, o Real não demonstra falta de entendimento com sua nova ideologia. Pela terceira partida seguida, a equipe segue afinando suas características: como todo jogo posicional que se preze, os laterais abrem o campo, o bloco médio-alto é executado e passe-posse é vista a todo o vapor – foram 798/869 passes na partida, tendo 92% de aproveitamento.

brAmplitude total dos laterais [InStat Scout]
brModric, como terceiro homem, pronto para receber e conduzir em campo aberto [InStat Scout]

Persistindo em suas ideias, o Madrid foi dominante. Com o pressing acima da média e encaixes individuais constantes, a equipe foi responsável por um baixo número de desarmes (11/16), fruto da devolução de bola do adversário pelas tentativas de jogo direto do time de Mauricio Pellegrino. Exceto pelo pênalti cometido por Casemiro, não houve problema algum a ser resolvido em campo próprio.

Enquanto isso, em campo rival, muitos prós. Com o retorno de Modric, Kroos deixou de fazer sociedade com Casemiro, até mesmo sobrecarregando-o, e o time viu, pela primeira vez na temporada, o meio-campo que tanto se acostumou. Com Casemiro mais presente no campo adversário, Kroos se associando e participando muito mais pelo lado esquerdo e Modric cada vez mais fino em seus gestos, pouco erro se viu na base central. Muito por isso, assim que Isco entrou, o espanhol fez sua melhor e mais intensa partida, evoluindo um pouco mais o nível do que já estava bom.

Inversão de Toni Kroos contra o Leganés, um dos argumentos do Real Madrid em sua saída de bola [InStat Scout]

As inversões de jogo seguem ouro puro, principalmente quando são ativadas por Casemiro, Kroos e Bale. Toni Kroos, tendo acertado 8/9 bolas longas durante o jogo, é o que melhor vem acertando neste argumento disponibilizado por Lopetegui. Com laterais e extremos gerando desmarques com suas amplitudes e bom posicionamento nas costas do adversário, os meio-campistas se encarregam por resumir – efetivamente – o ataque transicional.

Indo mais além, que falemos de Karim Benzema. Impressiona sua capacidade de leitura e execução fora da área, por mais que não seja novidade. É que, a cada partida, Benzema passa a impressão de dominar cada vez mais tal função, sempre ocasionando desmarques para quem vem de trás ou ocasiões de gol para si mesmo e seus sócios.

brSetores onde Benzema recepcionou passes [InStat Scout]
brPosicionamento médio e ações do Real Madrid [@11tegen11]

Sem muitos contras e características sendo impostas a cada semana, Lopetegui segue rumando à sua ideologia perfeita sobre o Real Madrid, mesmo que se adaptando ao material humano que possui. Desta vez, contra um time que pouco ofereceu ofensivamente, souberam dominar e convencer. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

@CaioAIves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s