O líder nunca pode se acomodar – ANÁLISE TÁTICA SÃO PAULO 2 x 0 CHAPECOENSE

Por Pedro Galante

O São Paulo recebeu a Chapecoense no Morumbi na noite desse domingo (19). O tricolor precisava ao menos do empate para terminar o turno na liderança.

Aguirre promoveu uma escalação alternativa, poupando alguns jogadores importantes como Anderson Martins, Reinaldo, Hudson, Rojas e Nenê. As principais novidades eram Edimar na lateral esquerda, Shaylon no meio e Everton Felipe estreando como titular na ponta direita.

O início do São Paulo foi avassalador. Não se passaram nem cinco minutos e o São Paulo já havia marcado o gol. Depois do cruzamento de Edimar, Shaylon completou para balançar as redes.

É preciso destacar esse gol, a forma como a jogada foi bem executada e deve ser um exemplo para o São Paulo de como se comportar com a posse e a obrigação de propor o jogo.

Como já foi dito aqui o São Paulo não é um time de posse e de qualidade no passe, mas sim de velocidade, e esse gol sintetiza isso muito bem. O uso do corpo por parte de Diego Souza para avançar a equipe no campo de ataque, a troca de passes entre Everton e Edimar e a chegada na área de Shaylon, tudo isso com muita velocidade e intensidade.

Os 20 minutos iniciais foram de domínio do time da casa. A postura era a mesma que originou o gol: jogo rápido e pelos lados. Faltou calma e capricho – principalmente por parte de Shaylon e Everton Felipe – para transformar essa pressão em gols. O time teve condições de construir uma vantagem muito boa, mas não o fez.

Depois dessa pressão inicial, o São Paulo recuou e passou a controlar o resultado. Se defendia em um bloco médio e quase não pressionava o portador da bola. Essa postura não foi perigosa na partida, muito em função do fraco desempenho do ataque da Chape. Mas precisamos estar alertas do quanto isso pode ser perigoso, a exemplo do que aconteceu no jogo contra o Vasco.

Se defender de maneira tão passiva pode gerar grandes problemas. Primeiro que sem pressão na bola a chance de recuperação da mesma cai consideravelmente, uma vez que a única forma de recuperar a posse é com um erro do adversário. A segunda questão é, que defendendo assim, inconscientemente as linhas de defesa vão se aproximando da meta defendida, e consequentemente aproximando o adversário. Por mais que o São Paulo defenda bem a entrada de sua área com seus volantes e tenha zagueiros muito competentes no jogo aéreo, em um jogo que o acaso tem tanta influência, permitir que o adversário fique próximo do seu gol pode ser fatal.

O vídeo acima mostra como a falta de pressão pode proporcionar espaços para o adversário. Everton não precisaria roubar a bola obrigatoriamente, mas uma aproximação mais veloz forçaria o adversário a tocar a bola para trás, o que evitaria que a Chapecoense conseguisse avançar todo aquele campo.

O São Paulo atuou assim até os 15 minutos do segundo tempo, quando, reconhecendo os problemas citados acima, Diego Aguirre promoveu duas alterações. Hudson entrou no lugar de Liziero para resgatar a pressão na bola, e Rojas entrou na vaga de Everton Felipe para acelerar o jogo em eventuais contra-ataques.

O São Paulo passou a se defender melhor, e começava a esboçar um segundo gol. Demorou um pouco, mas esse gol chegou e envolveu justamente os dois jogadores colocados por Aguirre. Rojas acelera pelo lado e cruza para Hudson que entra na área e marca.

A vitória deu ao tricolor paulista o título simbólico de campeão do turno e marcou a melhor campanha da história do time até essa altura do campeonato. São marcas que refletem e premiam um São Paulo muito competente, mas que não pode se acomodar no campeonato como fez no Morumbi contra a Chapecoense.

@Pedro17Galante

Foto destaque: Marcos Ribolli

Anúncios

2 comentários sobre “O líder nunca pode se acomodar – ANÁLISE TÁTICA SÃO PAULO 2 x 0 CHAPECOENSE

  1. Muito bom Pedro, suas análises estão em pontos positivos da equipe do São Paulo que hoje está com um comando de um técnico que até então não havia mostrado em outras equipes no Brasil. Valendo também salientar os jogadores que estão empenhados em mostrar seus potenciais. Um outro ponto e o jogador Everton. Parabéns continue assim.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s