A entrega de Klopp versus a versatilidade de Pellegrini – ANÁLISE TÁTICA PRÉ-JOGO LIVERPOOL X WEST HAM

Por Daniel Kablunde e Felipe Holanda

O alemão Jurgen Klopp, em sua quarta temporada no Liverpool, tem suas próprias caraterísticas à beira do gramado. Sua grande assinatura é uma equipe sempre muito dedicada, com o “gengepressing”, trazido dos tempos de Bourssia Dortmund. O objetivo é pressionar a posse do adversário, de forma incessante e intensa, para retomar a bola. Já o chileno Manuel Pellegrini, que faz sua estreia pelo West Ham em jogos oficiais, costuma montar times versáteis e velozes, mas responsáveis taticamente. Os dois se enfrentam neste domingo (12), em Anfield Road, pela primeira rodada da Premier League.

AS ESCALAÇÕES:

PL

Com a chegada de reforços de peso, como a do goleiro brasileiro Alisson, que veio da Roma, Klopp tem o árduo desafio de superar o desempenho da temporada passada, quando ficou com o vice-campeonato da Uefa Champions League. Além de Alisson, outro brasileiro que chegou ao Liverpool e deve ser titular contra os Hammers é o volante Fabinho, assim como o guineano Nabi Keitá. A dúvida fica por conta de quem se juntará à dupla: Henderson ou Wijnaldum. O holandês, que esteve mais presente nos jogos de pré-temporada, deve começar jogando.

Do outro lado, Manuel Pellegrini deve escalar o time com o que tem de melhor no elenco. Felipe Anderson, Wilshere, Yarmolenko, Balbuena e Fabianski são alguns dos reforços que devem estrear pelo West Ham em jogos oficiais. Quem também pode começar entre os tituares são os recém-chegados Fredericks e Diop – os dois brigam por uma posição com Zabaleta e Ogbonna, respectivamente. O capitão Noble, o artilheiro Arnautotovic e o lateral-esquerdo Masuaku, além do prata-da-casa Rice, são os remanescentes da última temporada.

AS FILOSOFIAS DE JOGO

Além da incognita entre Wijnaldun e Henderson, Jurgen Klopp tem outra “pulga atrás da orelha”. Na defesa, o croata Lovren, com dores estomacais, é outra dúvida. Caso ele não possa atuar, Philips deve ser titular. Klavan e Gomes também disputam a vaga. No entanto, independente das peças, a forma de atuar deve ser bem semelhante ao que se viu Premier League passada: pressionando a possa adversária, induzindo o oponente ao erro e utilizando a transição em velocidade para contra-atacar.  Caso perda a bola, a equipe recompõe marcando no 4-3-3 em bloco baixo, variando com o 4-2-2.

dkLiverpool pressionando a posse e marcando no bloco baixo

O cenário de Klopp no Liverpool é o inverso do que vive Pellegrini no West Ham. Os Hammers passam por uma reformulação no elenco e, principalmente, na filosofia de jogo. As principais apostas da equipe serão a saída de três buscando uma transição rápida para o conta-ataque e muita velocidade pelas laterais do campo. Foram essas algumas das facetas apresentadas na pré-temporada.

dkSaída de três do West Ham e velocidade com os laterais

AS EXPECTATIVAS DE CADA UM

Para o time da Terra dos Beatles, a maior expectativa fica por conta do entrosamento e produção dos homens de meio campo, abastecendo o trio ofensivo. Se Mané, Firmino e Salah já se destacaram na última temporada, nesta poderemos ver ainda mais gols dos três, muito pela qualidade técnica e tática de Fabinho e Keïta sendo incorporadas ao elenco.

Já para os londrinos a expectativa fica por conta do brasileiro Felipe Anderson, contratação mais cara da história do West Ham (cerca de 182 milhões de reais). Com o camisa 8 e outros reforços de peso, o West Ham será cobrado por boas ideias de Manuel Pellegrini e maior qualidade em campo em relação à temporda passada. Passada a janela, os Hammers precisam mostrar do que são capazes.

FICHA DO JOGO

Liverpool: Alisson; Clyne, Philips (Klavan, Gomes), Vand Djik e Robertson; Lallana, Wijnaldum (Henderson), Keita; Salah, Firmino e Mane. Técnico: Jurgem Klopp.

West Ham: Fabianski; Fredericks (Zabaleta), Balbuena, Diop (Ogbonna) e Masuaku; Rice; Wilshere, Noble, Felipe Anderson e Yarmolenko (Snodgrass); Arnautovic. Técnico: Manuel Pellegrini.

Local: Anfield Road, Liverpool

Horário: 9h30 (de Brasília)

Árbitro: Anthony Taylor

Tranmissão: ESPN Brasil

Premier League, 1ª rodada

@DKtricolor e @WHTaticas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s