O quebra-cabeça de Tedesco

Por João Victor Cardoso

panda

O Schalke 04 perdeu duas de suas principais peças nessa janela de transferências: Leon Goretzka e Max Meyer. Os dois jovens alemães eram os pilares do meio-campo no esquema do técnico, Domenico Tedesco. Agora, com a saída de Goretzka para o Bayern de Munique e de Meyer para o Crystal Palace, o treinador de 32 anos terá muito trabalho para manter o alto nível mostrado na última temporada. Principalmente no que se refere à dinâmica das transições e circulação da bola, pois ambos os jogadores buscavam sempre participar das criações da equipe e manter a fluidez nas ações dos Azuis Reais.

Para suprir essas carências chegaram Omar Mascarell (exEintracht Frankfurt) e Suat Serdar (ex-Mainz 05). Apostas interessantes, mas com características um tanto diferentes dos atletas que saíram. Omar, volante espanhol de 25 anos, é um jogador de mais imposição, tanto física quanto técnica. Deve disputar posição com Nabil Bentaleb por essa função a frente da zaga. Tanto Nabil, quanto Mascarell irão alterar o funcionamento da equipe com relação à saída de bola, não só pelo fato de terem menos mobilidade que Meyer, mas sim, pois são jogadores de passes mais longos. Pode ser que Tedesco aperfeiçoe isso, montando um sistema propício a passes de ruptura desde seu próprio campo, ainda mais com um jogador como Burgstaller no comando do ataque, um exímio atacante de espaços que sabe utilizar bem esses passes em profundidade.

panda

panda

Já Serdar é uma jovem aposta do Schalke. Jogador de 21 anos, meia interno e de muita qualidade com a bola no pé. Se destacou no Mainz pela fluidez e lucidez que acrescentava ao meio-campo da equipe, além de ser um grande driblador. Inicialmente, duvido muito que chegue para titularidade, pois há outro jovem de muito destaque no time de Gelsenkirchen:  Weston McKennie. O estadunidense de apenas 19 anos já surgiu na temporada passada. Atuando normalmente na mesma linha de Goretzka, como criador do time e capaz de ligar todos os setores do campo. Deve ser ele, junto de Mascarell, o ponto de equilíbrio dos Azuis Reais, com a obrigação de fazer a aproximação das linhas para melhorar a circulação e as transições do time.

panda

Ainda é muito cedo para definirmos como o Schalke 04 de Domenico Tedesco deve se portar nessa temporada, mas temos certeza que o técnico vai trabalhar arduamente esses jogadores para que eles consigam suprir a saída de atletas do nível de Goretzka e Meyer. Mesmo assim, o futuro desenha algo interessante para o S04, ainda mais com contratações importantes em outros setores também, como Mark Uth (atacante) e Salif Sané (zagueiro). O quebra cabeça de Tedesco tem peças diferentes para ser formado, mas o desenho que vai se formar pode ser mais cativante do que o da temporada passada.

FONTE: Getty Images

@jvcardoso05

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s