Líder, mas com um desempenho preocupante: ANÁLISE TÁTICA SÃO PAULO 2×1 VASCO

Por Pedro Galante e Ricardo Leite

Depois de perder no meio de semana na Copa Sul-americana, o São Paulo voltou ao Brasileirão com chances de ser líder. O adversário da vez foi o Vasco.

A partida mal começou e o São Paulo estava à frente do placar. O Vasco não pressionou o portador da bola no meio campo e Militão foi acionado na ponta direita. Ricardo Graça cortou mal o cruzamento e Rojas empurrou para a rede, marcando seu primeiro gol com a camisa tricolor.

O gol logo no início era perfeito para o São Paulo. O Vasco tinha uma estratégia de se defender e obrigar o tricolor paulista a criar, o que não é o seu forte. Atrás no placar, o Vasco abandonou essa estratégia e se viu obrigado a atacar em busca do empate, colocando o São Paulo em uma posição muito confortável: a de se defender e buscar o contra-ataque.

O São Paulo se defendia em bloco médio, só pressionava a partir do meio campo, e não mostrava toda aquela intensidade característica de Diego Aguirre.

SAO PAULOSão Paulo marcando em bloco médio e pressionando no seu campo apenas. (Foto: Instat/ Pedro Galante)

Já o Vasco se defendia com bloco baixo, num 4-4-2 já habitual, com Thiago Galhardo sendo o meia pela esquerda. O Vasco tinha a bola, mas era ineficiente. Sentia falta de aproximação e participação dos jogadores do meio. O cruzmaltino parecia apenas ter jogadores compondo setor defensivo e o setor ofensivo, deixando um vácuo no setor central, comprometendo a transição ofensiva e a criação.

SAO PAULOO Vasco não tem nenhuma linha de passe viável a frente da linha da bola. (Foto: Instat/ Pedro Galante)

A tônica do primeiro tempo foi esta: Um São Paulo satisfeito com o placar e um Vasco extremamente desorganizado. Quarenta e cinco minutos muito fracos.

Para o segundo tempo, o Vasco mudou a postura e conseguiu controlar o meio campo. Dominou o setor e impôs o ritmo do jogo, como a escalação do setor sugeria. Desábato, Andrey, Galhardo, Giovanni e Pikachu (exceção) tem características de organizar e se utilizar do jogo apoiado.

Com dez minutos do segundo tempo, Yago Pikachu recebeu um lançamento, entrou livre na área e bateu na saída de Sidão. Nesse momento o São Paulo simplesmente desabou emocionalmente. Os jogadores se mostraram nervosos, inseguros e afobados. A defesa, que é conhecida por ser compacta e sustentada, se desmontava a todo momento. O Vasco não virou o jogo por falta de capricho.

O Vasco porém, sofreu do início ao fim com as jogadas de bola aérea. Tanto pela força do adversário, quanto pela sua deficiência nesse aspecto.

Depois de se recuperar da porrada, que foi o gol vascaíno, o São Paulo partiu para o abafa. Com Hudson entrando na área, Nenê mais uma vez muito abaixo e apenas um tímido Liziero, a circulação de bola pelo meio era quase inexistente. O time forçava o jogo pelos lados e empilhava cruzamentos que não davam em nada.

A fim de melhorar, o aproveitamento nos cruzamentos, Aguirre colocou dois centroavantes, Trellez e Carneiro. O time passou a ganhar os duelos aéreos, e não demorou muito para marcar. Everton cruzou e Trellez fez de cabeça.

SAO PAULOSão Paulo ataca a área com três jogadores. (Foto: Instat/ Pedro Galante)

E então foi a vez do Vasco partir para cima, mas desta vez o tricolor estava mais alerta – ainda assim, menos do que o padrão.

Vale muito a vitória pela conquista da liderança. Mas é preciso manter os olhos abertos, o time não pode repetir atuações como a do primeiro tempo se quiser brigar por alguma taça e quando precisar buscar o resultado tem que ser menos afobado e buscar alternativas além de simplesmente cruzar a bola na área.

Já o Vasco, tem que se concentrar principalmente em se tornar competitivo, e isso passa principalmente pela diminuição dos erros defensivos e construção de uma ideologia de jogo.

@Pedro17Galante e @ricardoleitevg

Foto destaque: Marcos Ribolli

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s