Consolidação de um meio campista moderno

Por Rafinha Santos

Disposição Tatica

O Palmeiras iniciou o jogo apostando na pressão sobre o adversário na saída de bola, foi adotado o sistema 4-2-4 com Felipe Melo e Bruno Henrique fazendo a proteção do meio e liberando Moisés para atuar mais a frente auxiliando William. A estratégia deu certa e resultou em gol com a falha de Juninho e a agilidade de Moises recuperando a bola e finalizando para o gol, porem é inevitável admirar a capacidade tática de Bruno Henrique que controlou o meio campo durante boa parte da partida, mesmo atuando contra uma equipe com 3 volantes versáteis.

Em resumo ele atuou centralizado, fazendo a distribuição de jogo, inversões e coberturas simples, porem no decorrer do jogo o lateral Marcos Rocha teve sobrecarga com Fábio Santos e Yimmi Chará, então o meio campista se deslocou para a faixa lateral atuando no primeiro combate em possíveis investidas do colombiano. Nesse momento do jogo o time ficou sem organização no meio por não ser característica básica de Felipe Melo.

bh

Mapa de calor indicando o posicionamento de Bruno Henrique durante a partida.

Atuação no jogo

Durante o primeiro tempo ele finalizou apenas uma vez, na única oportunidade que teve de entrar na área. Após o escanteio, Moises acerta o travessão e no rebote Bruno Henrique bem posicionado finaliza no canto inferior direito do goleiro Victor, porem a bola vai para fora do gol.

Porem no segundo tempo ele inicia o jogo em frequência mais baixa, levando em conta que ele vinha sofrendo com seu condicionamento físico após os 20 minutos do segundo tempo em jogos seguidos, desse modo ele fica responsável pela manutenção da posse de bola e consegue chegar à metade do segundo tempo inteiro fisicamente e consegue manter a disposição física e disposição tática para a recuperação da posse de bola. E aos 30 é premiado com um golaço de falta durante o momento critico da partida, quando o adversário voltava a ter controle das ações ofensivas ele marca o seu segundo gol de falta no mês (o anterior foi marcado na excursão ao Panamá e Costa rica contra a Liga Alajuelense).

Nos minutos finais ele recebe um passe aéreo de Deyverson e mais uma vez bem posicionado consegue finalizar ao gol, mas dessa vez acerta o alvo e decreta a vitória do Palmeiras.

bh1Mapa de finalização indicando qual foi a distancia e lateralidade das finalizações Bruno Henrique durante a partida.

Importância tática

Em condições normais Bruno Henrique é um dos jogadores que mais troca passes e tem baixa frequência de passes errados, isso devido a sua consciência tática e entendimento do modelo de jogo adotado por Roger Machado, por mais que os seus companheiros estejam em dias ruins ele consegue manter um ótimo nível de desempenho e participação ativa.

pal1

pal2Lista de passes certos/errados indicando a quantidade de passes Bruno Henrique durante o Campeonato Brasileiro de 2018.

Outro fator importante é a colaboração defensiva de modo que não desfaça o desenho tático com desarmes errados ou até mesmo falta de empenho na recuperação da posse de bola. Das 37 tentativas de desarme ele errou apenas 6, alem disso auxilia o meio campista central a ter liberdade de flutuar fazendo triangulações com os pontas e entrando na área, algo muito bem feito por Moisés durante a partida.

palmeiras

palmeiras1Lista de desarmes certos/errados indicando a quantidade de passes Bruno Henrique durante o Campeonato Brasileiro de 2018.

@Rafinha_Esporte

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s