CLÁSSICO DAS NOVIDADES E INCERTEZAS

Por Jorge Coutinho e Ricardo Leite

Nesta quinta-feira (19/07) Vasco e Fluminense se enfrentam em São Januário pelo Campeonato Brasileiro. A equipe cruzmaltina ocupa a 11° enquanto os tricolores estão em 14° (após o jogo do Vitória nesta quarta. Ambas equipes trocaram de treinadores recentemente. Jorginho fez apenas três jogos a frente do Vasco enquanto Marcelo Oliveira irá fazer sua estreia no clássico.

No histórico do Clássico dos Gigantes, em Campeonato Brasileiro, tem-se registrado 58 jogos, 20 vitórias para a equipe de São Januário, 16 para a equipe das Laranjeiras e 22 empates.

VASCO DA GAMA

Apesar de ter apenas um jogo depois da pausa pra Copa, o Vasco já conta com alguns problemas. Vasco não contará com três laterais para o clássico. Lennon sentiu um incômodo muscular antes mesmo de estrear. No último jogo Rafael Galhardo teve uma queda, onde bateu a cabeça e por precaução ficará de fora e do lado esquerdo, Ramon sentiu uma lesão muscular e para por 20 dias. Em contrapartida, o Vasco conseguiu uma excelente notícia. O clube conseguiu o efeito suspensivo e poderá contar com Breno até novo julgamento.
Na última partida, o Vasco teve um bom desempenho e venceu o Bahia (apesar da desclassificação).

Vale ressaltar que o Vasco alterou o seu esquema tático. Deixou de lado o losango no meio campo do 4-1-2-1-2 usado nos últimos três jogos antes da Copa para retornar ao 4-2-3-1 habitual na era Zé Ricardo. Nesse esquema, mesmo com três meias, os extremos têm dado pouca amplitude e tem buscado as jogadas como interiores, até pelas características dos jogadores (Pikachu e Wagner). Com isso os laterais têm encontrado espaços para avançar, mas não sabemos se isso se repetirá, pois Luiz Gustavo (substituto na lateral direita), é zagueiro de origem e é tímido no apoio.

vascoAntes da Copa, Vasco jogou 3 partidas dessa forma, Cosendey e Andrey davam mais auxílio aos laterais, e participavam ativamente das transições ofensivas e defensivas.
vasco2Nesse esquema Vasco conta com mais poderio ofensivo criativo pelo meio, porém perde em recomposição defensiva e também tem mais dificuldade na saída de bola.

Andrey, Pikachu e Breno tem sido os principais destaques da equipe. Os dois primeiros inclusive são os grandes responsáveis pelos gols vascaínos nas últimas partidas. Mas existem alguns fatores que preocupam também, como a falta de velocidade do setor ofensivo e a deficiência física que o Vasco vem apresentando, que ainda é agravada colocando Wagner e Giovani Augusto no meio, pois são dois jogadores que dificilmente jogam 90 minutos. Além disso o Vasco precisa ter muito atenção na transição defensiva. A equipe vem apresentando problemas nesse aspecto e enfrentará uma equipe veloz e com bom contra ataque como uma das principais armas.

Defensivamente o Vasco atua há algum tempo no 4-4-2, deixando Giovanni Augusto mais a frente com Andrés Rios. Coincidência ou não, o Vasco normalmente exerce uma marcação mais alta no início dos clássicos (não é comum em outros jogos). Por jogar em casa, e por ter um meio campo de mais retenção de bola do que transição, acredito que o Vasco tome mais a iniciativa da partida, mas em menor escala do que apresentou contra o Bahia. A provável escalação cruzmaltina é: Martín, Luiz Gustavo, Breno, Ricardo e Henrique, Desábato e Andrey, Pikachu, G. Augusto e Wagner, Andrés Rios.

FLUMINENSE

O período de paralisação da Copa do Mundo trouxe significativas mudanças no Fluminense.

O time das Laranjeiras vem de uma série de 5 jogos, com 4 derrotas e 1 empate, fez um ponto em quinze disputados, sofreu 10 gols e marcou apenas três. Números que não condizem com o tamanho da instituição centenária, mas que a cada dia que passa vem sendo rebaixada e diminuída de dentro do clube para fora – esportivamente e financeiramente.

O fim da Era Abel Braga, que entre erros e acertos, destaco o fazer um time limitado ter alma e padrão de jogo. Como dito anteriormente a última sequência de jogos ruins, fez o time sair da briga da aproximação do bloco do G6, por se aproximar, perigosamente, do bloco Z4. Fatores como lesões, elenco desequilibrado, e sem “o cara” para decidir favoravelmente, e sabidamente por ter um time jovem, são pretéritos que influenciaram mais para o declínio que as escolhas da comissão técnica.

Transcorrido mais de trinta dias de paralisação do Campeonato Brasileiro em decorrência da Copa do Mundo, saíram Abel Braga, Nathan e Luan Peres, a confirmar a saída de Douglas. Chegaram Marcelo Oliveira, Luciano, Everaldo e Digão. A confirmar a chegada de Junior Dutra e Cabezas. As premissas que contribuíram para a queda de rendimento seguem a ocorrer: Gilberto dúvida por lesão, Sornoza segue sendo único meia criativo (desequilíbrio), time jovem e sem um jogador capaz de decidir individualmente a partida.

flu

Técnico novo no Fluminense – Marcelo Oliveira.

De acordo com noticiado foi visto, em treinamentos e amistosos, o técnico Marcelo Oliveira deixou de lado o esquema com três zagueiros. Muda o modelo de jogo e espera-se meio time modificado em sua escalação comparado ao último jogo contra o Santos. Das contratações só o zagueiro Digão deverá ser utilizado. A primeira linha defensiva por exemplo deverá ser totalmente desmontada comparado a última partida, sairão: Mateus N., Ricardo Chaves, Natan, Luan Peres e Marlon titulares contra a equipe paulista, para entrada de Leo ou Gilberto, Gum, Digão e A. Lucas. Podem ser novidades Airton, Robinho e Marco Junior que também não atuaram como titulares contra o Peixe. Sai o 1-3-5-2 e vamos para o 1-4-2-3-1.

flu2

Modelo de jogo do Fluminense que deverá ser visto contra o Vasco.

Na transição defensiva, o Fluminense sairá do predominante 1-5-4-1 para, provavelmente o 1-4-5-1. Já na transição ofensiva muda a aposta dos contra-ataques e o apoio constante dos alas que davam profundidade, para dar vez ao ataque posicional, apostando na manutenção da posse de bola e do apoio dos três meias para abastecer o Pedro.

flu3

Expectativa da nova transição defensiva do Fluminense.

Uma das expectativas do 1-4-2-3-1 do Marcelo Oliveira deverá ser a presença de jogadores de flanco no setor de meio-campo. A linha com três articuladores, posicionada logo atrás do centroavante, Pedro. Deverá ser por dois homens abertos (possivelmente Jadson a direita e Marco Jr. ou Robinho a esquerda, e Sornoza centralizado. Ao perder a posse da bola, eles deverão retomar o posicionamento para fechar a segunda linha defensiva, e este trio se juntará aos dois volantes formando uma linha de 5 defensiva. Os “meias abertos” deverão marcar o lateral adversário e o meia criativo combaterá o volante adversário que conduz a bola. Tarefa, árdua, que exigirá uma grande disciplina tática e intensidade.

São expectativas e projeções iniciais. Variações, orientações, estratégias e bolas paradas serão conhecidas neste jogo e no decorrer da Era Marcelo Oliveira. Embora seja esperado modificações no aspecto tático e estratégia, espero que o legado da alma e de time de guerreiros não sejam esquecidos, pois serão fundamentais para dias melhores aos tricolores.

Por se tratar de um clássico, é esperado que o início do jogo seja estudado. As equipes devem jogar espelhadas no mesmo esquema: 4-2-3-1, mas devem marcar de formas diferentes. Enquanto o Vasco aposta em duas linhas de quatro, a equioe tricolor deve ter a segunda linha com cinco jogadores, apostando no preenchimento do meio campo para conter os ataques vascaínos. Pelas escalações, não é esperado que nenhuma equipe abdique do jogo ofensivo, portanto devem deixar alguns espaços. O Vasco por ter mostrado fragilidade na transiçao defensiva e o Fluminense porque provavelmente irá apresentar uma proposta de marcação diferente da habitual.

Nós, analistas do @MWFutebol que cobrimos Vasco e Fluminense esperamos um bom duelo no plano tático e também um jogo bem movimentado, até porque as duas equipes necessitam da vitória para se afastarem da parte de baixo da tabela e dar consistência as ideias dos seus novos treinadores. E, sobretudo que o clima seja de paz, dentro e fora do campo. Afinal somos rivais, não inimigos.

@JorginhoFFC e @ricardoleitevg

#AprendemosJuntos.

Anúncios

2 comentários sobre “CLÁSSICO DAS NOVIDADES E INCERTEZAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s