Chegando as semifinais, com evolução a cada partida: ANÁLISE TÁTICA URUGUAI X FRANÇA

Por Luiz Martins

Realizando a abertura das quartas-de-final, a França derrotou o Uruguai pelo placar de 2×0 em Nizhny. Mais um jogo demonstrando seu futebol burocrático e pragmático, sem sofrer sustos e não precisando que o verdadeiro potencial de muitas de suas estrelas, ainda desabroche.

O que diferencia essa partida das demais, fora a forma como a seleção francesa conseguiu controlar totalmente a partida. Esta é a principal diferença do que o time apresentou desde as eliminatórias e em seus jogos anteriores na Copa.
O controle da partida através da posse de bola e toques curtos envolvendo o adversário,  era uma característica extremamente cobrada dos comandados de Didier Deschamps, se colocando muitas dúvidas no trabalho do técnico.
Neste jogo em específico, esse aspecto foi preponderante durante os noventa minutos, parecendo que desde quando Deschamps assumiu o comando da equipe, cada aspecto foi sendo trabalhado com extrema cautela, para que os jogadores fossem assimilando cada etapa conquistada, até este momento.
Hoje a seleção francesa entende as necessidades da partida e como o adversário se desenvolve, assim molda-se para conseguir seus objetivos, não utilizando seu verdadeiro potencial.

2018-07-07 14_37_39-França X Uruguai-pos.docx - Word (Falha na Ativação do Produto)

Pogba centralizado e sem pressão, com Tolisso partindo da esquerda. Os dois participando da construção ofensiva e Griezmann por dentro aparecendo como opção.

Nesta partida, a entrada de Tolisso no meio-campo foi importante, porque sem a bola ele auxiliava Kanté na defesa, fechando o lado esquerdo (mesmo posicionamento de Matuidi), liberando Pogba para se posicionar mais à frente. Com a bola, ampliava o campo, na tentativa de abrir espaços na defesa uruguaia, buscava auxiliar na construção de jogadas, aparecendo próximo a Griezmann em tabelas. A equipe não foi contundente ao atacar, muito em função do ótimo posicionamento da defesa uruguaia (uma das melhores da Copa), mas sem ser pressionada em seu campo. Pogba tinha total liberdade para receber a bola em posições mais altas, trabalhá-la e buscar triangulações rapidamente, na tentativa de encontrar Mbappé ou Griezmann, os principais jogadores de ataque do time.
Mbappé neste jogo, não teve um rendimento considerável, muito em função da ótima marcação de Diego Laxalt. Ele conseguiu vencer o marcador em certos momentos, mas não foi tão eficiente como em partidas anteriores. Fez um jogo considerado ok.
Os uruguaios apostavam no que foi sua principal arma até aqui, o jogo direto. Cavani logicamente fez falta dentro da proposta, tanto em fechar espaços, como em ser uma ótima peça ofensiva ao receber lançamentos. Stuani, que foi o escolhido para o lugar dele, se esforçava e até finalizou com perigo, mas tecnicamente está bem abaixo do titular.
Muito da pouca efetividade dos celestes , ocorreu por Kanté, Umtiti e Varane realizarem um ótimo jogo pressionando os adversários próximo a sua área.
Varane, que pra mim é um dos três melhores zagueiros do torneio até aqui, foi cirúrgico ao abrir o placar, desviando um cruzamento de Griezmann, em cobrança de falta, ainda no primeiro tempo.

Já no segundo tempo, o Uruguai melhorou a pressão para tentar roubar a bola em campo adversário, mas ainda sem efetividade. Óscar Tábarez, colocou Cebolla Rodriguez e Maxi Gómez, tentando possuir mais posse de bola e buscar o empate e levar o Uruguai à frente. Isso abriu maior espaço para a França, que com finalização de Griezmann, em um frangaço de Muslera, ampliou o placar.
Com o placar ainda mais adverso, Urretaviscaya entrou no jogo, para dar mais profundidade ao time, mas não surtiu efeito algum diante da ótima partida defensiva da última linha francesa.

Deschamps, vendo que já possuía o resultado à favor da França, colocou em campo N´zonzi, para possuir ainda mais a posse, aproveitando o ótimo toque curto e controle de bola do jogador, fazendo o tempo passar.
Vitória sem sustos dos Bleus, que se classificam mais uma vez para um semifinal de Copa do Mundo.

@ojunomartins

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s