O novo velho Uruguai entrou em campo contra os anfitriões: ANÁLISE TÁTICA URUGUAI 3×0 RÚSSIA

Por André Andrade 

O novo velho Uruguai entrou em campo contra os anfitriões em um jogo que prometia ser o melhor do grupo. Pela escalação, alguns especularam uma linha de 3 na defesa, mas não foi isso que ocorreu, foi mantida a linha de 4 atrás. No meio-campo foi onde tivemos uma grata surpresa, com o Uruguai ainda tentando achar o melhor ritmo e para controlar  a partida através da posse para acionar a poderosíssima dupla Cavani –  Suárez.

anduru

A estratégia adotada pelo Uruguai funcionou muito bem. Torreira atuava mais na base do meio-campo, ajudando nos desarmes e reciclando a posse com muita qualidade. Os atacantes uruguaios com muita qualidade buscaram muita movimentação e também ajudavam pressionando a Rússia na saída de bola.

A Rússia que sem seu destaque na Copa até aqui, Golovin(poupado por ter cartão amarelo) foi  um time diferente. Os russos não conseguiram manter o nível de intensidade necessário para o confronto, nível que haviam demonstrado nos primeiros jogos contra adversários mais fracos. A zona pressionante dos russos para tomar a bola não funcionou tão bem contra o Uruguai, assim como a transição ofensiva, que era muito pautada em Golovin-Chersysev nos outros jogos. A Rússia apostou muito em Dzyuba na referência para tentar consolidar as transições, porém jogando contra um defensor de muito alto nível como Godin, teve um jogo complicado e não conseguiu fazer muito.

Os gols do Uruguai saíram na bola parada e em rebotes, o jeito “tradicional” da seleção uruguaia, na raça. O controle da partida ficou ainda mais na mão dos sul-americanos quando o lateral-direito russo foi expulso, e a Rússia começou a atuar com um a menos no jogo , formando um 4-4-1 em fase defensiva. Nada mudou mesmo com a entrada de Smolov atuando pela esquerda no momento defensivo e tentando se aproximar mais de Dzyuba com a posse de bola.

Teremos agora dois confrontos interessantíssimos. Rússia vs Espanha e Portugal vs Uruguai. As duas equipes cumpriram a missão no grupo. Se esperava menos da Rússia e mais de Egito talvez, mas os russos fizeram dois jogos sólidos e merecem a classificação, entretanto o jogo contra o Uruguai pode ter sido um choque de realidade útil e necessário, o futebol não perdoa ninguém.

suFigura 1  Foto: FIFA.com

@PepGenius

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s