França 2 X 1 Austrália: A tecnologia aumentando sua participação na história das Copas

Por Luiz Martins

 

Sábado, dia 16/06/2018, Kazan Arena em Cazã, Rússia. Data que marca o dia de muitas estreias, no maior torneio de futebol do Mundo.
Neste dia a seleções Francesa e Australiana, conhecidas respectivamente, como Les Bleus (Os azuis) e Socceroos (cangurus do futebol), iniciam suas caminhadas em mais uma Copa do Mundo.

A vitória da França, pelo placar de 2×1, foi um bom jogo, mas não aquele jogo que enche os olhos do espectador com uma infinidade de jogadas plásticas e emoção durante os noventa minutos da partida, mas sim foi marcante pelo início de jogo eletrizante da ofensividade francesa em utilizar contra-ataques e jogadas de transição rápida, além da individualidade de seu trio ofensivo, buscando agredir o adversário. Pelo lado australiano o que chamou atenção foram a organização coletiva, para atacar e a solidez defensiva dos jogadores australianos, buscando conter as investidas dos Bleus a sua meta.
Por estas questões, o jogo já estaria como deve ser em Copas do Mundo, mas não seria destaque, se o primeiro gol da partida, em conversão de penalidade por Antoine Griezmann, não tivesse sido marcado de uma forma tecnológica. Esta penalidade sofrida aos 13 minutos do segundo tempo, fora a primeira intervenção do árbitro de vídeo (VAR), marcando assim está partida, de fato, na história das Copas do Mundo e do futebol.

 

2018-06-16 14_40_24-Window

A origem deste fato, teve início em um ótimo passe longo de Paul Pogba, que encontra Griezmann em profundidade. O camisa sete, recebe a bola, pisa na área e é tocado no calcanhar pelo lateral Risdon. A Torcida fez muito barulho pedindo a marcação da obstrução, mas o juiz interpretou como lance de desarme do defensor e seguiu o jogo.
Os árbitros da cabine de vídeo, analisaram o lance e rapidamente avisaram ao juiz, que reviu o lance e realizou a marcação e a história está escrita, o VAR esta ai pra ficar.

A escalação inicial francesa, com os laterais Pavard e Lucas Hernandez, demonstrou cuidados com a parte física dos jogadores titulares (Sidibé e Mendy), mas em contrapartida afetou a maneira de atuação ofensiva pelos lados de campo, visto que os atacantes que apareciam nas pontas, buscavam centralizar o jogo, abrindo corredores pelos lados de campo e este espaço foi aproveitado em raros momentos do jogo, mas quando utilizados, sempre levaram perigo a defesa adversária.

Se a velocidade na transição foi uma das características ofensivas positivas da equipe francesa, a pressão ao portador da bola foi ponto negativo.
A marcação francesa não realizou uma pressão adequada aos jogadores australianos, cedendo espaços ao adversário. Esse tipo de abordagem é importante para o modelo proposto, porque sem essa pressão em zonas próximas a área, o jogo transicional de contra-ataque (principal arma ofensiva francesa) não se faz completo, porque, como equipe Francesa não aposta em jogo mais pausado e de controle de bola, mas sim utilizando seus jogadores mais criativos para encontrarem os homens de ataque em velocidade, entrelinhas adversárias, se faz necessária essa abordagem.
Mesmo com estas dificuldades, em um raro momento, Griezmann consegue abrir o placar em penalidade, como já descrito acima.

2018-06-16 14_41_00-Window

França defendendo em 4-1-4-1, quando laterais da Austrália sobem para ampliar campo, mas a pressão no portador da bola é passiva, dificultando seus ataques transicionais.

 

Mesmo com placar adverso equipe australiana sempre se demonstrou muito organizada em sua defesa, negando espaços para as jogadas dos atacantes franceses, que possuem extrema habilidade em um jogo de dribles curtos em pequeno espaço (algo comum no país, conforme documentário Bola no Asfalto, da Netflix), além de organização em suas tentativas de ataque, principalmente dos pés de Aaron Mooy, o meia que é o setor criativo da equipe Socceroo, buscando lançamentos longos para seus companheiros dentro da área, encontrando espaço para receber a bola e ganhar metros na tentativa de agredir a defesa francesa.

2018-06-16 14_41_19-Window

Austrália em bloco muito compacto, em uma formação 4-4-2

Chegou ao seu gol, em pênalti convertido por Jedinak, cometido de forma infantil pelo zagueiro Umtiti, que colocou a mão na bola dentro da área.

Para buscar a mudança de jogo e vencer a partida, Deschamps teve méritos e erros em sacar Griezmann, Dembelé e Tolisso, para as entradas de Fékir, Girourd e Matuidi.
Para a questão de Griezmann, a entrada de Fékir não obteve uma mudança significativa, porque os jogadores possuem características muito próximas, mas em relação as outras duas trocas, Matuidi foi eficiente em carregar melhor a bola, buscar infiltrações e liberar Pogba para atuar mais à frente e ter mais efetividade no ataque, já Girourd foi positivo em segurar a defesa adversária e abrir espaço para a França trabalhar melhor a bola na entrelinha adversária, além de possibilitar jogadas de pivô, fora a experiência em partidas de difíceis que os dois jogadores possuem.
Em uma jogada combinada entre Pogba e Girourd, este último realizando um belo pivô, o jogador do Manchester United finalizou a gol, fazendo um belo gol para ampliar o placar e garantir a vitória dos Bleus.

 

O que fica deste jogo é que para os franceses, um ótimo resultado de estreia, pra tirar um pouco do peso, que uma seleção importante do torneio possui em seu jogo de estreia, mas um alerta em alguns ajustes de seu modelo, principalmente sobre a pressão ao portador da bola e para os australianos, a certeza de que apostando neste jogo de solidez defensiva e organização para atacar, poderá desempenhar muito bem sua proposta e não fazer feio nos próximos jogos que estiver em campo.

@ojunomartins

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s