1 A 0 É GOLEADA PARA O IRÃ DE CARLOS QUEIROZ

Por Davi Magalhães

Só a vitória interessava para Marrocos e Irã. Em um grupo que tem Portugal e Espanha, uma derrota quebraria as expectativas de uma boa participação de ambas as seleções na Copa do Mundo. O começo de jogo da Seleção Marroquina indicava a importância de um resulto positivo na estreia.

Marrocos começou bem o jogo, sendo intenso e principalmente na transição defensiva mostrou que queria a vitória. Foi superior no início da partida, imprimiu bom o ritmo. Os laterais avançavam e davam amplitude (abrir o campo) para o Marrocos. Contra uma equipe como o Irã, que tem como ponto forte o seu sistema defensivo. Esse movimento passou a ser importante para a abrir a defesa iraniana para que Hakim Ziyech encontrasse espaços para ocupar e pudesse criar boas oportunidades de gol. Porém essa superioridade inicial não foi traduzida com gol. O Irã é uma equipe concentrada, que “sabe sofrer”, e não fica incomodada em não ter a posse de bola, ou então em jogar perto do seu gol. A Seleção Asiática após suportar o período de superioridade do Marrocos, conseguiu encaixar a marcação, anular o ímpeto ofensivo do adversário. Após o início bom de Marrocos, o Irã jogava confortável, executando bem o seu modelo de jogo, um modelo que privilegia a solidez defensiva.

Atuou num 4-1-4-1 compacto, organizado, negando espaços, entregando a bola para o adversário e acelerando após à roubada da bola.

ira mw

Irã se postava no 4-1-4-1. Na imagem a seguir perceba um conceito de jogo de Queiroz muito claro: a compactação defensiva (os 10 jogadores em seu próprio campo, muito próximos).

Irã executou bem sua proposta de jogo na primeira etapa: suportou a pressão inicial adversária; com 32% de posse de bola; entregou a bola para o adversário; com as linhas de marcação compactas não permitiu que  Marrocos criasse muitas chances de gol. A grande chance de gol criada na primeira etapa foi da seleção iraniana, que conseguiu encaixar um contra-ataque com Azmoun, muito acionado quando o Irã roubava a bola. A proposta estava muito clara: como não tem muita qualidade técnica, a seleção de Carlos Queiroz iria se fechar bem, entregar a bola para Marrocos e procurar aproveitar os espaços que o Marrocos deixasse nos contra-ataques.

No segundo tempo, o ritmo do jogo abaixou, teve menos bola rolando. Quanto mais o tempo passava, mais confortável na partida o Irã ficava. Marrocos não tinha repertório para a furar o sistema defensivo adversário. Um ataque sem inspiração, que tinha a posse de bola sem objetivo, trocando passes laterais, a chamada: posse de bola mentirosa; aquela que não é traduzida em chance de gol ou em finalização de gol.

ira mw 2

4×3. Irã criando superioridade numérica no setor da bola. Isso só é possível pela organização da equipe, compactação defensiva.

Quando Marrocos conseguiu finalizar no gol, o goleiro, Beiranvand, foi muito bem. Quanto mais o tempo passava mais confortável ficava o Irã na partida, executava bem seu modelo de jogo, era sólido defensivamente, organizado, não dava espaço ao adversário, os jogadores se mantinham concentrados e conscientes que, em uma oportunidade poderiam matar o jogo.

Dito e feito, o gol da vitória Iraniana surgiu de uma bola parada ofensiva. Um dos pontos fortes da seleção comandada por Queiroz, marcou 15 gols através de bolas paradas nas eliminatórias asiáticas.

No final, ganhou a equipe que jogou melhor, executou perfeitamente sua proposta de jogo. Uma proposta reativa, baseada na organização, compactação defensiva, flutuação defensiva e aceleração após a roubada de bola. Números mostram superioridade iraniana na partida. Marrocos teve 64% de posse de bola, mas só finalizou 3 no gol. Irã finalizou 2 vezes no gol adversário e com apenas 36% de posse de bola.

 

@magalhaesDavi_

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s