PRIMEIRO TESTE PREPARATÓRIO: Inglaterra 2×1 Nigéria

Por Daniel Klabunde

Neste sábado tivemos o primeiro amistoso preparatório da seleção inglesa visando a Copa do Mundo da Rússia, e a primeira impressão foi muito boa, um time jogando no 3-1-4-2 no ataque e se defendendo no 5-3-2 muito bem alinhados. No meio campo com Dele Alli e Lingard se mexendo muito e se completando muito bem, com Alli um pouco mais nas armações das jogadas e Lingard atacando mais a área, tanto que foram 2 conclusões a gol de Lingard contra nenhuma de Alli. Mas ainda a algo a ser trabalhado neste esquema, por exemplo a transição defesa-ataque, no qual Dier era o homem na frente da defesa que começa as jogadas, mas quando marcado, Lingard e Dele Alli muitas vezes não davam opção de passe, dificultando assim a saída de bola.

ing 1Na imagem podemos ver Dier com o braço erguido, ele está orientando Alli para se deslocar e dar opção de passe, como isso não ocorre, Cahill acaba por efetuar o lançamento longo.

Quando Alli ou Lingard dão opção de passe, as chances de gol aumentam muito, tanto que as melhores chances iniciaram de seus pés e terminaram com cruzamentos perigosos de Trippier pelo lado direito.

Este é outro ponto a ser mencionado, os cruzamentos efetuados por Trippier são praticamente certeiros, uma ótima opção de ataque que será usada pelos ingleses na copa, neste jogo contra a Nigéria o primeiro gol saiu depois de uma cobrança de escanteio realizada por Trippier, que Cahill completou de cabeça.

Um ponto que a seleção inglesa efetuou muito bem foi o do jogo reativo, fazendo o perde-pressiona para recuperar a bola o mais rápido possível e iniciar a jogada de contra-ataque, e foi assim que iniciou a jogada para o segundo gol inglês. Notem na imagem abaixo que há 5 jogadores ingleses em volta da bola, todos com sua posição corporal correta, de frente para a bola executando o movimento de pressão para tirá-la do adversário, e foi o que aconteceu, devido a pressão o jogador de Nigéria tenta o passe de primeira e erra, cedendo o contra-ataque que origina o segundo gol inglês.

  ing 2Se a pressão não funcionava, o time inglês recuava suas linhas e efetuava uma marcação no 5-3-2 tentando utilizar a boa proteção de bola de Kane e a velocidade de Sterling para puxar os contra-ataques, formação que não foi muito usada nesta partida, pois os Three Lions tiveram todas as ações da partida.

No próximo amistoso da seleção Inglesa contra a Costa Rica poderemos ter Henderson no meio campo no lugar de Dier, dando mais qualidade no passe e dinamismo para a saída de bola, deixando seu jogo ainda mais rápido e intenso.

 @dktricolor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s