COM DIFICULDADES, MAS CLASSIFICADOS – Análise tática de São Paulo 1 x 0 Rosario Central – Copa Sul- America

Por Pedro Galante

O São Paulo venceu o Rosário Central na noite dessa quarta-feira (9) e avançou na Copa Sul-Americana. Esse resultado é muito importante pois a competição é a maior esperança de títulos na temporada, além de que, uma classificação sempre faz bem ao ambiente do clube.

Apesar de sair vitorioso, foi notável a dificuldade do São Paulo em balançar as redes. O nível técnico do Rosário não é dos melhores, e a equipe vinha de cinco jogos sem vencer, tomando 11 gols e marcando apenas um. Por isso, se esperava um São Paulo mais dominante.

Mas é preciso separar as coisas, o tricolor não jogou mal o tempo todo. Como mostra o gráfico de ações do site Sofascore, o time dominou a maior parte do primeiro tempo. Nesse período, o time criou quatro chances, todas dentro da área e pelo menos duas extremamente claras e manifestas. A equipe não conseguiu voltar a esse ritmo pelo resto do jogo, e os gols perdidos fizeram falta. Esse tem sido um dos problemas de Aguirre.

sp 1Em verde, os picos de ação do São Paulo, em azul, os do Rosário. (Foto: Sofascore)

É nítido em todas as equipes do uruguaio, que faz parte da sua estratégia a intensidade inicial para apenas controlar o restante do jogo. O problema é que o time não tem conseguido reverter essa intensidade em uma vantagem confortável. Ontem, Petros e Nenê perderam chances incríveis, e mesmo nas últimas partidas, o time não conseguiu marcar mais de um gol nos minutos iniciais.

Apesar da ineficiência ofensiva, é preciso destacar a atuação de Diego Souza, que foi o melhor em campo e fez provavelmente a sua melhor partida com a camisa do São Paulo. Se movimentou bastantes e ajudou a equipe a criar chances. Inclusive ele participa no início do lance que origina o gol do São Paulo, sai da área, abre espaço e depois infiltra para finalizar a jogada.

sp 2Diego Souza saí da área para abrir espaços. (Foto: GloboPlay/ Pedro Galante)

Nesse lance é preciso destacar também a movimentação de Liziero, que infiltra, recebe o passe de Nenê, segura a bola até que Reinaldo ultrapasse para colocá-lo na cara do gol.

sp 3Liziero coloca Reinaldo na cara do gol. Em preto acima, Diego Souza entrando na área. (Foto: GloboPlay/ Pedro Galante)

Apesar de ainda estar longe de um futebol convincente, o São Paulo conseguiu uma classificação importante que atribui mais confiança sobre o trabalho de Aguirre. Além disso, são destaques importantes a boa partida de Diego Souza, que se for totalmente recuperado será um jogador essencial e decisivo, e a ineficiência do time no seu melhor momento no jogo, o que atrapalha diretamente a estratégia de Diego Aguirre.

@pedro17galante     

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s