PESADELO EM 70 MINUTOS – Análise tática de Vasco 0 x 4 Cruzeiro

Por Ricardo Leite

O Vasco está oficialmente fora da Libertadores. Isso não é nenhum absurdo dada as fragilidades do elenco e o grupo fortíssimo em que caiu. Ao que tudo indica, os dois favoritos, Racing e Cruzeiro se classificarão. Mas o problema cruzmaltino vai muito além de uma não classificação. O Vasco foi humilhado e acumulou apenas problemas durante a Libertadores. Goleadas, perda de confiança, instabilidade no modo de jogar, jogadores lesionados, venda do Paulinho e mais um triste episódio de confusão entre vascaínos em São Januário.

Quanto ao jogo, o Vasco fez os 10 primeiros minutos digno de um time tradicional jogando em casa na Libertadores, pressão, atmosfera favorável, finalizações, raça e imposição. Mas ainda no décimo minuto, sofreu o primeiro baque. Em cruzamento de Egídio, Léo se projeta à frente e impedido toca na bola entre Paulão e Martín Silva.

A escalada que já era ingrata ficou ainda mais íngreme, mas a torcida permanecia ao lado do time. Porém, após boa triangulação, Thiago Neves se desloca sem ser acompanhado por ninguem, e recebe para finalizar com categoria, marcando o segundo gol celeste.

A equipe do Cruzeiro jogava de forma inteligente com a bola no pé, e conseguiu acertar a marcação depois de adquirir a vantagem no placar. Com isso o que prevemos (Cruzeiro mais efetivo e à vontade em São Januário que no Mineirão) aconteceu.

O Vasco sofreu muito com as perdas de Desabato (proteção na zaga e transição ofensiva) e Wagner que vinha crescendo e sendo o responsável por ditar o ritmo ofensivo da equipe.

O Vasco foi para o intervalo perdendo de 3×0, e voltou novamente melhor nos 10 minutos iniciais da segunda etapa. Fábio fez uma grande partida e foi responsável direto pelo resultado e pela tranquilidade cruzeirense dentro da partida.

E novamente, após a pressão inicial o Vasco sofre um castigo. Dessa vez aos 11, com Sassá após disputa com Werley.

Vale a menção honrosa a Thiago Galhardo que foi o melhor do Vasco seja jogando como meia extremado pela direito, seja como meia central.

O time do Vasco é extremamente limitado sim, e Zé Ricardo tem uma boa forma de jogar, mas é preciso repensar a escolha de peças e melhorar a transição defensiva, que tem se mostrada extremamente vulnerável.

O Vasco só conseguiu ser competitivo e exigível durante 20 minutos durante a partida (os 10 primeiros minutos de cada tempo). Nos outros 70 restantes, viveu um pesadelo. Facilmente envolvido e com pouquíssima movimentação ofensiva.

Pelo menos dessa vez o Vasco não alterou seu modelo de jogo para fazer uma partida decisiva. Continuou marcando no 4-1-4-1 e atacando no 4-3-3. Mas a fragilidade defensiva (não somente a primeira linha de 4, mas principalmente a segunda linha de marcação), as ausências de jogadores como Desabato, Wagner e Paulinho e as soluções que o Zé Ricardo não procurou durante o inicio de temporada levaram embora a pouca chance de classificação do Vasco. Paulão, Wellington, Riascos são jogadores titulares ou constantemente utilizados e que não tem dado retorno positivo, mas Zé Ricardo não procurou soluções para seus respectivos lugares. Luiz Gustavo, Werley do lado direito, a volta do Ricardo Graça, Andrey, Cosendey, jogar sem centroavante, promoção de Marrony, e até Hugo Borges (esse pode ser justificado pela lesão que sofreu) são algumas das opções viáveis para simples testes no Carioca.

Agora o Vasco precisará ter consciência que o caminho não esta errado, pelo menos não totalmente. Mas é preciso rever algumas opções e melhorar na proteção e o sistema defensivo em si.

Vale lembrar que o Vasco contará com a volta de jogadores importantes e acredito num Brasileirão tranquilo do ponto de vista de Z4 e se o time encaixar e não sofrer tanto com lesões pode até surpreender.

O fato é que essa participação na Libertadores foi desastrosa, e termina sem vitória, 2 goleadas sofridas, mas pelo menos uma certeza: É PRECISO MUDAR. NÃO O ESQUEMA, NEM O TREINADOR, NEM A FILOSOFIA, MAS SIM ALGUMAS CONVICÇÕES.

@analisevasco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s