COELHO DEU UM NÓ NO LEÃO – Análise tática de América-MG 2 x 1 Vitória

Por Ícaro Caldas

A sonolência, falta de concentração e jogadores medíocres são algo que prejudica bastante o esporte clube Vitória.

Exatamente 1 mês e 4 dias, a última vitória do Vitória com gol de bola rolando. Isso foi contra o Globo pela Copa do Nordeste no dia 27/03.
De lá para cá são 8 J, 11 GS e 6 GM.
Obs: contra o inter, gol de pênalti (mal marcado).
Média de GS é 1,37.

Análise tática.

Nos primeiros minutos o time conseguiu sustentar a sua linha defensiva. Observe a demora de Yago para fechar a segunda linha no lado direito.

O Neílton que é jogador centralizado do Vitória, veio ajudar a marcação. Observe o erro de Yago mais uma vez.

Primeiro gol do América: o péssimo ex-jogador em atividade (Pedro Botelho) e o Correia não fazem a pressão no portador da bola que cruza na área sem nenhuma dificuldade. Zé wellison dormindo com o Marquinho entrando na diagonal pelas suas costas. Engraçado que o Vitória estava com superioridade numérica na lateral (2×1) e com igualdade numérica na área(3×3).

Agora veja o erro no segundo gol do América: Denilson perde a bola, Pedro Botelho com sua preguiça eterna andando em campo, rhayner fechando a primeira linha sendo que ele deveria está a frente para poder fazer o gegenpresing (perde-pressiona).

Momento “ofensivo”

Neílton sempre tentando criar jogadas, porém, não tinha apoio dos seus companheiros de equipe para formar um triângulo e ganhar superioridade na lateral. Zé wellison e Yago distantes do Neílton.

Dessa vez, o Neílton vinha buscar a bola no meio de campo para tentar criar algo já que os volantes (Correia e Farias) não faziam o seu trabalho. Eles dois juntos não tem mais como. O time fica preso.

Mais uma vez, o Neílton na lateral com dois jogadores para enfrentar com a falta de apoio dos seus companheiros de time… Cadê Rhayner? Botelho? Correia?

Neílton fazendo seu papel que é: flutuar entrelinhas adversárias, prendendo pelo menos dois jogadores para poder subir o Yago, Zé wellison, correia e etc… Mas o Yago dessa vez está com a bola e só com um apoio. É uma descompactação gigantesca o time do Vitória. Totalmente diferente do time que enfrentou o Corinthians.

Depois que sofreu o segundo gol começou a atacar na loucura, colocando 7 jogadores na área no momento da falta. Time sem criatividade, rifando bola na área, lateral na área ou seja, falta de ideias do treinador.

Destaque para os estreantes Wallyson e Lucas Fernandes que conseguiram dá um calor no jogo.

#AprendemosJuntos

Twitter: @Caldas.Icaro

Instagram: caldas.icaro

Advertisement

Advertisements

Um comentário sobre “COELHO DEU UM NÓ NO LEÃO – Análise tática de América-MG 2 x 1 Vitória

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s