UM BOTAFOGO INSTÁVEL – Análise tática de Botafogo 2 x 1 Grêmio

Por Sergio Santana

A partida contra o Grêmio, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, pode ser dividida em duas “partes” para o Botafogo: a antes de levar o gol tricolor, que representa um período de uma inteligente posse de bola, já que o Botafogo conseguia, na maioria das vezes, chegar ao ataque e domínio do meio-campo; e o tempo após o tento gremista, que representou um ‘choque’ para os comandados de Alberto Valentim, que não conseguiram repetir o mesmo desempenho.

Primeiro tempo de pontos positivos

Mesmo não sendo um jogador criativo, o jogo do Botafogo passa muito pelos pés de Brenner. Em constante evolução desde a sua chegada, o camisa 9 foi importante para criar espaços aos companheiros e, consequentemente, jogadas, já que, ao sair de perto da grande área, atraía marcadores e, com isso, conseguia encontrar algum companheiro, sempre pelos lados do campo, que tentava um cruzamento para o avanço do próprio Brenner e de algum outro atleta do meio-campo alvinegro.

botafogo 1Brenner recua, cria espaço para encontrar Rodrigo Pimpão, do lado direito, livre e, como está marcado por dois jogadores do Grêmio, cria uma área livre de avanço para Renatinho, sem nenhum tipo de marcação (Foto: Reprodução)

Esse controle do Botafogo se dava pela atuação dos três homens de meio-campo: pelo lado esquerdo, Renatinho, meia de origem, era sempre o primeiro a avançar e, ao lado do Brenner, colocar pressão na saída de bola gremista, com a intenção dos defensores adversários tentarem chegar ao ataque por meio de ligação direta. Além disso, conseguia quebrar linhas de marcação do Grêmio por meio de dribles curtos, apesar de ter perdido a bola em sete oportunidades – principal ponto negativo do atleta na partida.

Outro jogador importante foi Rodrigo Lindoso, que, ocupando a posição de primeiro volante do 4-1-4-1 do Botafogo, era responsável por rodar a bola e qualificar, ao lado de Igor Rabello, a saída do campo de defesa sem chutão. Com isso, ao final do jogo, foi o atleta que mais passou a bola pelo lado botafoguense, acertando 60 de 63 tentativas – 95% de sucesso.

Por último, mas não menos importante, Matheus Fernandes, mais uma vez, teve uma grande atuação, sendo importante na cobertura de espaços e nos botes no meio-campo. O jovem volante foi o responsável, muitas das vezes, de roubar a bola e criar o ataque do Glorioso pelo lado direito, a área que gerou os melhores ataques dos comandados de Alberto Valentim nos primeiros 45 minutos, tendo uma grande conexão com Rodrigo Pimpão e Marcinho, também muito participativos na partida – principalmente o lateral, que foi importante ofensivamente. O garoto, assim como nas outras duas partidas, foi um dos destaques do time, com uma finalização na trave, nove duelos vencidos, uma interceptação e quatro desarmes.

Outro ponto de destaque foram as trocas de posição. Como citado anteriormente, o lado direito foi o mais eficaz pelo time da casa, mas o gol surge na área oposta, quando Brenner e Valencia invertem. O chileno vai para o meio, atraindo Jailson e Bressan com ele, e assim, deixa Brenner no mano-a-mano com Madson. Tendo a vantagem do espaço, o camisa 9 cortou para o meio e finalizou com muita categoria.

botafogo 2Troca de posição entre Brenner e Valencia dá espaço ao camisa 9 para finalizar (Foto: Reprodução)

Segundo tempo: alteração não surte efeito e Botafogo cai de nível

Com uma atuação abaixo da média, Leonardo Valencia foi substituído e Marcos Vinícius entrou na equipe no intervalo. Jogador com qualidade no passe, o ex-cruzeirense ingressava em campo justamente para aumentar as trocas de bola da equipe, que foram bastante positivas durante o primeiro tempo. Dessa maneira, Marcos iria atuar pelo meio – como não oferece a mesma mobilidade que Renatinho, deslocado para o lado esquerdo –, e o Botafogo passou a atuar em um 4-4-1-1, que variava para um 4-2-2-2 no momento de pressão à saída de bola adversária.

A substituição, porém, não surtiu o efeito desejado. Em um dia ruim, Marcos Vinícius não ofereceu a mobilidade que o time precisava e o Botafogo acabou perdendo o meio-campo, o que resultou em um domínio da posse de bola pelo lado do Grêmio. Atuando pelos lados do campo, Renatinho não conseguiu repetir o mesmo desempenho do primeiro tempo e, com a responsabilidade de recompor bastante, acabou esgotado fisicamente, representando uma queda brusca de sua atuação.

Pouco criativo, o jogo pelos lados do campo se tornou, definitivamente, o ‘mapa da mina’ do Botafogo, que, quando estava no ataque, tentava chegar por meio de avanços dos laterais Marcinho e Gilson, que foram muito participativos durante toda a partida. Os inúmeros cruzamentos, porém, não surtiram muito efeito: 26 errados e apenas três corretos – o que representa que essas tentativas foram, na maioria das vezes, cortados pela defesa do Grêmio e provam um pobre segundo tempo pelo lado botafoguense, que não conseguia criar com qualidade.

botafogo 3Entrada diagonal de Rodrigo Pimpão, atraindo Marcelo Oliveira, e gerando espaço para Marcinho cruzar para a área é o panorama de um segundo tempo pouco criativo do Botafogo (Foto: Reprodução)
botafogo 4Gráfico que exemplifica panorama da partida. Apesar da pobre atuação em termos técnicos, minutos finais foram marcados por uma grande pressão do Botafogo, que se lançou ao ataque em busca do desempate. (Foto: Reprodução/InStat)

A vitória foi garantida no último lance, mas não pode esconder um segundo tempo fraco em termos técnicos e criativos do Botafogo, que, com a mudança de formação, não conseguiu render o esperado. Apesar disso, os primeiros 35 minutos da partida mostraram uma ótima atuação do clube, que dominou o meio-campo e, colocando a bola no chão, conseguiu chegar ao ataque – apesar de algumas jogadas terminarem com um cruzamento.

@sergiostn_

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s