PROPOSTAS – Análise de Grêmio 0 x 0 Atlético-PR

Por André Frehse Ribas e Maurício Wiklicky

Propostas, a bola, o jogo, é isso que se viu no duelo entre Grêmio x Atlético. Uma partida de ideias. Uma que já conquistou títulos e vem se fortalecendo há dois anos. Outra que está sendo colocada em prática agora e já mostra um potencial enorme. Um zero a zero que gera discussões positivas sobre as propostas das duas equipes, sobre o FUTEBOL. Há tempos não se via um jogo sem gols com tamanha qualidade, e é hora de  ]analisar o que aconteceu na Arena do Grêmio.

Vamos primeiro falar dos números do jogo. Posse de bola, número de passes, tudo isso chama a atenção do torcedor. Mas, em que região esses passes foram trocados? Foram para o lado? Para frente? Muitos desarmes? Na defesa? No ataque? Vamos tudo isso

POSSE DE BOLA

Ah, como estes times gostam da bola. E como a tratam muito bem. Amam tanto a bola que quase por igualdade ficaram com ela, com uma leve vantagem para o Grêmio. Curiosidade, as grande oportunidade do tricolor gaúcho se deram no 1t, onde teve menos posse e mais verticalidade. Claro que a expulsão de Camacho, um dos principais controladores do Atlético, fez com que o Grêmio tomasse o controle absuluto do jogo.

posse de bola

PASSES

Mas do que adianta ter controle do jogo sem ter qualidade para ele. E como se dá tal qualidade? Claro, através dos jogadores muito bem treinados e organizados por Renato e Diniz. Ambos com um toque de bola que se assemelha ao futebol europeu. 619 x 641 passes, uma média altíssima aos nosso padrões! Ambos com 88% de certos, ou seja o domínio do jogo através da qualidade de passes.

passes onde

A grande diferença das equipes foram os passes chaves ou os passes de ruptura, se preferirem. Aqueles passes que quebram a linha de defesa adversária. Aí o Grêmio mostrou a sua maturidade e porque é o campeão da América. Foram 38 contra apenas 15 do Furacão.

Além dessa maturidade e do entrosamenteo de dois anos, vale destacar a extrema qualidade de alguns jogadores do tricolor gaúcho. Dentre as 5 maiores combinações de passes, ou seja, 10 jogadores, Maicon, Arthur e Luan aparecem em 8 vezes, sendo que as outras duas são do “operário” Ramiro. Maicon, Arthur e Luan forma o melhor meio campo do Brasil, o mais controlador. Como o time do Grêmio não terá qualidade com estes três jogadores no principal setor do campo?

combinações passes gre~mio

No Atlético existe um equilíbrio maior de combinações de passes. Destaque para Pavez, que é a válvula de escape para a saída de bola paranaense. Talvez um ponto para o Atlético se tornar um time vencedor, que só saberemos no futuro, seja apostar em um jogador que tome mais para si tal responsabilidade.

cpmbinação passescap

ATAQUES

Consequência desses passes de ruptura foram as chances criadas por cada equipe. Aqui foi um massacre tricolor, 19 contra apenas 6 do furacão. Claro que o que vale é bola na rede, e o Grêmio não teve a competência para marcar. Já o Atlético precisará ter mais profundidade e arriscar mais, caso contrário ficará no famoso tiki-taka, ao qual Guardiola não gosta quando se refere, pois não há a objetividade.

ataques

Abaixo podemos ver a diferença de ambos ataques, com o Grêmio ineficiente, e o Atlético inoperante.

chutes gremio

chutes cap

DESARMES

Outro ponto de destaque para a superioridade gremista foram os desarmes. O tricolor avançou suas linhas, fazendo uma marcação alta no campo de defesa do Atlético, assim dificultando a saída de bola adversária. Podemos destacar tal eficiência do Grêmio pelo lado direito ofensivo tricolor, com participação extremamente intensa de Ramiro. Nota-se uma queda no número de desarmes no segundo tempo e um dos principais fatores foi a saída de Leo Moura (por lesão), entrando Alisson na extrema direita e Ramiro como lateral. O Grêmio perdeu o poder de marcação, e o Atlético equiparou as ações, jogando melhor e com maior controle do jogo até a expulsão.

desartmes gremio

GRÊMIO X ATLÉTICO

O jogo começou com muita intensidade. O Grêmio marcou em linha alta e pressionou a saída de bola do Atlético-PR. Uma pressão pensada e sincronizada, fechando as linhas de passe do time rubro-negro, que errou passes importantes no seu campo defensivo.  Essa marcação resultou nas principais chances criadas pelo Grêmio. Roubada de bola, velocidade, infiltração e finalização. Foi quase tudo perfeito para o Tricolor Gaúcho, que só pecou na hora de decidir o lance.

CAP IMAGEM 2
                                            Pressão do Grêmio na saída de bola.

Enquanto Grêmio era compacto na defesa e no ataque, o Atlético, quando chegava ao seu campo ofensivo, o jogador que tinha a bola não tinha apoio, criando muito pouco no primeiro tempo. Faltou velocidade e intensidade para superar a defesa gremista. O Tricolor gaúcho se compactou bem na defesa, fechando as linhas de passe do Atlético.

CAP IMAGEM 1
  Grêmio fecha linha de passe do Atlético. Ninguém apoia o jogador com a bola.

No final da primeira etapa,  o Grêmio diminui a intensidade, e o Atlético se aproveitou e conseguiu construir no seu campo de ataque. Com seus alas e infiltrações, chegou duas vezes com perigo. A melhor chance foi com Pablo, que se infiltrou na zaga e recebeu um bom passe, mas parou em Pedro Geromel, que chegou limpo na bola.

Lucho, do Atlético-PR, não fez um bom jogo. Faltou ocupar melhor os espaços no meio, intensidade e mais qualidade na saída de bola. O jogador errou passes que comprometeram o sistema defensivo.

A segunda etapa começou, e logo Fernando Diniz colocou Bruno Guimarães na vaga de Lucho. A mudança qualificou a saída de bola do Furacão, que conseguiu, com mais facilidade, sair da pressão do Grêmio, mas ainda encontrava dificuldades no campo de ataque. Pouco apoio e movimentação, além das linhas estarem espaçadas, com o Tricolor Gaúcho fechando as opções de passes.

LUCHO X BRUNO GUIMARÃES

Com menos tempo em campo, o jovem Bruno Guimarães teve números melhores que Lucho, principalmente nas ações ofensivas.

COMPARA

O Atlético melhorou no segunto tempo, mas perdeu Camacho, que foi expulso, e precisou se fechar para não dar espaços ao Grêmio. O Tricolor Gaúcho colocou mais um atacante, mas não conseguiu superar as linhas do adverário.

A bola rolou, se viu um grande futebol, um belo zero a zero na Arena do Grêmio.

Todos os dados via Instatscout.

@mwgremio @andre_frehse

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s