QUANTO VALE O GOL?

Por Luiz Doering

A cada semana, milhares de fãs reúnem-se pelos estádios do Brasil para assistir suas respectivas equipes em busca da tão almejada vitória. E embora cada equipe possua sua própria cultura e uma maneira muito particular de atuar, todas buscam o mesmo objetivo: marcar o gol. O gol é o momento máximo do futebol. É o êxtase que sentimos quando atingimos um objetivo e embora ele possa ser buscado das mais diversas formas, trata-se de um objetivo comum a todas as equipes que praticam o futebol.

Mas será que todos os gols possuem o mesmo valor? Sabemos que, em termos de regras, sim. O grau de dificuldade, a beleza, o momento em que é marcado e o jogador que o marca pouco importam, já que o gol sempre valerá um no placar da partida.

Mas será que lances tão determinantes e raros podem ter o mesmo valor? Analisando a média de gols do Campeonato Brasileiro desde 2003 é possível perceber que, a exemplo do que ocorre ao redor do mundo, a média de gols vem seguindo uma tendência de queda, o que torna cada gol marcado cada vez mais importante e os atletas que os marcam cada vez mais valorizados. Mas será que os milhões investidos no artilheiro da última temporada realmente valeram a pena?

Media de gols 2003 2017

Buscando entender melhor essas questões, levantei os dados referentes às últimas quatro temporadas do Campeonato Brasileiro, de 2014 a 2017. Foram 1.519* partidas e um total de 3.592 gols compilados, o que resultou em uma base de dados consistente para analisarmos alguns dados referentes ao Brasileirão.

O primeiro dado que salta aos olhos é a importância de marcar o primeiro gol, independentemente de ser o mandante ou visitante do jogo. No período analisado, a média de vitórias do mandante quando marcou o primeiro gol da partida foi de 79% (quase 8 vitórias a cada 10 jogos). Do outro lado, considerando o empate como um resultado aceitável para a equipe visitante, a média de vezes que a equipe de fora marcou o primeiro gol e não perdeu (venceu ou empatou) é incrivelmente alta: 83%. Marcar o primeiro gol da partida aumenta as chances de sucesso de modo exponencial.

Há que se ressaltar, entretanto, que esses números são baseados apenas no histórico recente, sem considerar, por exemplo, a força das equipes que estão se enfrentando além de outros fatores importantes, como a sequência de jogos ou o clima. É possível que, analisando casos concretos, o mandante se contente com um empate em casa contra o líder da competição, ao passo que um empate fora de casa com o lanterna não poderá ser visto como um bom resultado.

De qualquer forma, os números obtidos me levam a crer que a dinâmica de atuar recuado e esperando o adversário quando atuamos fora de casa talvez seja menos eficiente do que manter o plano de jogo, conservando a forma da equipe de atuar independentemente do fator local. Algumas equipes (como o Grêmio e o Palmeiras) parecem estar praticando essa linha, jogando praticamente da mesma forma em todos os jogos, tanto em casa quanto fora.

Ok, concluímos que marcar o primeiro gol é extremamente importante e que marcá-lo amplia demais as chances de vitória ou, pelo menos, de não-derrota. Mas o quão mais importante é o primeiro gol? Quanto vale cada gol marcado?

Inspirado pela obra Os Números do Jogo, busquei calcular com base nos dados obtidos o que os autores chamam de “pontuação marginal por gol marcado”. A pontuação marginal por gol consiste em calcular quantos pontos em média são garantidos por cada gol marcado em uma partida. Depois de compilar os dados das quatro últimas temporadas, montei um modelo de pontuação marginal por gol válido para o Campeonato Brasileiro, tanto para mandantes quanto para visitantes.

Pontuação marginal mandante

Nesse gráfico, é possível perceber que, a medida que cada gol é marcado, uma pontuação é “conquistada”. Em que pese saibamos que só é possível a conquista de 0, 1 ou 3 pontos em uma partida, esse número quebrado nos mostra uma espécie de expectativa de pontos para cada gol marcado. Lembrando que expectativa não importa em garantia, ou seja, nem sempre que a equipe marcar 3 gols, obterá uma vitória, embora as chances de sucesso sejam muito altas.

Da leitura do gráfico, percebemos, por exemplo, que marcar dois gols como mandante praticamente garante a vitória, uma vez que obteríamos uma expectativa de 2,4 pontos, ou seja, 80% dos pontos em disputa na partida. Para o visitante, o terceiro gol ainda é consideravelmente importante para assegurar uma vitória (pois dois gols do visitante geram a expectativa de apenas 1,88 pontos marginais, ou seja, pouco mais da metade dos pontos em disputa no jogo).

pontuação marginal visitante

Percebemos também que, embora marcar 4 gols praticamente garanta a vitória tanto para o mandante quanto para o visitante, os 100% de certeza só vem após a marcação do quinto tento (já que nas últimas quatro temporadas todas as equipes que marcaram 5 gols necessariamente conquistaram os 3 pontos em disputa).

Percebam que, do 5º gol em diante, a distância entre os degraus inexiste e os pontos ficam limitados à 3 (pontuação máxima de uma partida). Isso significa que, a partir do 5º gol marcado, os gols subsequentes já não alteram mais o resultado da partida, ou seja, são gols que, na minha leitura, valem menos.

Mas afinal, quanto vale cada gol?

Agora que já temos a pontuação marginal conquistada para cada gol marcado, descobrir o valor específico de cada gol é muito simples. Basta olhar para a distância entre os degraus do gráfico. Essa distância é o valor de cada gol, e para descobrir quanto valem, basta subtrair o valor daquele degrau pelo seu antecessor. Para facilitar aos leitores, já fiz os cálculos tanto para mandante quanto para visitante, e agora temos o valor exato de cada gol marcado no Brasileirão.

ranking dos gols valorados

Importante: esses números não são absolutos, uma vez que não consideram importantes variantes, como a importância do jogo em questão, a força das equipes. Outro ponto que merece destaque é que o 4º gol de um 4×0 é diferente do 4º gol de um 4×3. Todavia, trabalhar com uma valoração móvel para cada gol marcado pelo adversário geraria uma quantidade imensa de valores para cada tipo de gol, o que acaba não sendo útil para se fazer uma medição científica.

Mas isso mostra algo ainda mais importante: no fim das contas, cada gol é tão raro e tão específico que possui um valor próprio, só seu. Ainda não descobri como calcular o valor exato de cada gol marcado, em toda sua extensão e peculiaridade, mas posso garantir à vocês que, embora o placar nos faça acreditar que todo gol vale o mesmo, a verdade é que alguns gols são mais importantes e valiosos do que outros, e perceber isso é extremamente importante para contratarmos não quem faz mais gols, mas quem faz os gols mais relevantes para a pontuação da nossa equipe.

Ao longo do Brasileirão de 2018 acompanharei os gols marcados e farei, alternativamente à tabela de artilheiros oficial da competição, a Tabela de Artilharia Valorada, onde cada gol será valorado de acordo com os gráficos acima. Dessa forma, saberemos quais jogadores conquistaram mais pontos para sua equipe com seus gols e teremos, ao final da competição, uma tabela alternativa para consultas!

Sigam conosco aqui no MW Futebol para acompanharem o desenvolvimento desse trabalho ao longo da temporada! E havendo dúvidas, estaremos sempre à disposição!

*A temporada de 2016 teve um jogo a menos (379), em virtude do WO duplo havido na partida Chapecoense x Atlético-MG, válida pela 38ª rodada daquele ano.

@lfmdoering

 

Anúncios

3 comentários sobre “QUANTO VALE O GOL?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s