O MELHOR FUTEBOL DO BRASIL – Análise de Cruzeiro x Grêmio

Por Daniel Klabunde

Em um jogo onde ambas equipes possuem muita qualidade no passe e muita obediência tática, o que pode fazer a diferença é o drible, o cara abusado, o cara que vai “pra cima”, e isto ocorreu apenas uma vez no primeiro tempo, onde Éverton passou entre Dedé e Edilson, mas não conseguiu concluir a jogada.

Um primeiro tempo onde tivemos total domínio na posse de bola, mas não conseguimos concluir a gol.

Fonte: SofaScore

Com o meio muito congestionado, o jeito era jogar pelos lados, no caso do Grêmio, o lado direito do ataque. Se pela esquerda tínhamos Éverton e seus dribles desconcertantes, pelo lado direito temos Ramiro, e foi por onde mais concentramos nossos ataques, como podemos no mapa de calor abaixo.

E em uma destas investidas, Ramiro venceu a disputa com o defensor do Cruzeiro, efetuou um cruzamento lindo de três dedos para desvio de cabeça de Éverton e André só empurrar para as redes.

Fonte: Footstas

Abaixo ainda podemos ver em números o maior número de ataques pelo lado direito, onde 48,3% dos ataques aconteceram.

No gráfico, Grêmio ataca da direita para a esquerda.

Fonte: WhoScored

Este dado também podemos ver no posicionamento médio dos jogadores, onde mostra Cortez segurando mais os ataques, muito por conhecer Edilson e tendo que se defender mais.
Vejam a distância de Cortez para Éverton em comparação a Ramiro com Leo Moura.

Fonte: SofaScore

Como o primeiro tempo foi mais de briga tática, mas amplo domínio na posse pelo Grêmio e não tivemos muitas finalizações, no segundo tempo isso ocorreu principalmente por causa da expulsão de Kannemann. Mas temos um ótimo dado para analisar apesar disto.

Todas as nossas finalizações foram de frente para o gol, ou seja, nenhuma finalização em diagonal ao gol, em todas o jogador estava de frente para o gol.

Fonte: WhoScored

Arthur

No jogo de ontem Arthur foi mais uma vez a principal peça no meio campo Tricolor, onde desferiu 98 passes, sendo 96 certos e apenas 2 errados, um aproveitamento de 98%.

O Tricolor trocou 593 passes, sendo 553 certos e 40 errados, obtendo um aproveitamento de 93%, enquanto Cruzeiro trocou 382 passes, sendo 341 certos e 41 errados, obtendo 89% de acerto.

O mais interessante é que só Arthur trocou 25% dos passes de Cruzeiro, indo mais longe, comparando os passes certos, Arthur acertou 28% dos passes certos em comparação com o Cruzeiro, isso é monstruoso.
Outro dado incrível, Arthur recebeu 4 faltas no jogo e não cometeu nenhuma, e ainda teve apenas 2 perdas de posse.

Arthur cada vez mais sendo o pilar do nosso meio campo, mas neste jogo já podemos ver que teremos uma variação no posicionamento em comparação a Maicon, onde Maicon atuou mais adiantado que Arthur.
No mapa de calor podemos ver Arthur praticamente todo o tempo em cima da linha do meio campo, com algumas escapadas para o ataque.

Fonte: Footstats

@dktricolor do @barra1903

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s