DOLORIDO MAS ENGRANDECEDOR – Análise de Vasco x Botafogo

Por Ricardo Leite

“E é bom que ninguém cante vantagem antes do último apito do árbitro dia 08. O último segundo tem se mostrado o mais importante.” Assim finalizei o texto da primeira partida da final entre Vasco x Botafogo…

O Vasco sabia que ao entrar em campo tinha muita coisa para superar.  Ausência de titulares. Ausência de reservas imediatos. Cansaço do jogo da Libertadores além claro do adversário.

O Vasco começou a partida bem postado taticamente e sem tomar grandes sustos.

Wagner e Evander auxiliavam Desabato na marcação e na saída de bola. Com isso o Zé minimizou possíveis erros de marcação de jogadores que não estão habituados à posição e que poderiam se desgastar muito fazendo a função de segundo marcador sozinho.

Evander não fez boa partida tecnicamente, é verdade, mas foi combativo e importante taticamente.

Mas o grande problema do Vasco desde o inicio foi não valorizar a posse no terço final. Mesmo marcados, os jogadores tentavam as jogadas individuais, ou davam lançamentos improváveis. Faltou o pivô, a cadência, faltou voltar a jogada e trabalhar com os meias e laterais.

O Vasco jogava com algumas variações. Do 4-2-3-1 com Wagner ou Evander compondo ao lado do Desabato. 4-1-2-2-1 com Wagner e Evander lado a lado, mas à frente do volante (e antes dos externos) e o 4-4-2 quando Wagner subia, fazendo companhia à Riascos na marcação de saída de bola.

vasco 1Com igualdade numérica no setor da bola em diante, o Vasco conseguiu criar. Nesse lance, Henrique viu a infiltração de Pikachu em vertical e o deixou na cara do goleiro.

Para completar a lista de coisas a superar, Fabrício voltou a ser o vilão. Foi expulso de forma infantil.

Com um a menos. Henrique voltou à posição de origem e o Vasco passou a jogar no 4-4-1. Riascos ficava isolado a frente.

 O time de São Januário continuou bem postado e pouco sofreu. Ficava menos com a bola, normal, mas estava compactado e equilibrado em campo.

O gol inacreditável perdido pelo Riascos em chute improvável do Pikachu estava na cara que seria castigado.

vasco 2Superioridade numérica a partir da bola. Nesse lance Riascos perde gol incrível.

No sistema defensivo Galhardo foi o ponto negativo. Mal no mano a mano, muito espaço para os jogadores do Botafogo efetuarem cruzamentos e mal pelo alto, chegando a cometer um pênalti não marcado em Carli.

No segundo tempo Rios entrou na vaga de Evander o Vasco não perdeu defensivamente e ganhou um fôlego no ataque. Werley quando entrou, atuou como lateral direito e superou a fragilidade antes exposta com Galhardo. Mas o Vasco continuava entregando a bola ao adversário como se tivesse medo do contra ataque. Zé ainda fez uma última alteração, contestada por muitos. Colocou Ricardo Graça na vaga de Riascos. Com isso o Vasco defendia com uma linha de 5, aumentou a estatura defensiva da equipe e melhorou a cobertura no Henrique. Justificável, ate porque por ter um a menos o Vasco não encontrava espaços pães imprimir velocidade no contra ataque.

E quando todas as adversidades pareciam superadas, o Botafogo que levantou quase 30 bolas na área vascaína durante o jogo, levantou mais uma. Despretensiosa mas esperançosa. E os deuses do futebol que tinham contemplado o Vasco sempre nos últimos minutos agora resolveram o punir. E da forma mais dolorosa possível. Bola aérea, confusão e bate rebate na área, a bola sobrou no pé do zagueiro alvinegro que pegou fraquinho na bola e ela passou lentamente entre Martin Silva e Henrique. Gol do herói improvável. Gol do Carli. O capitão alvinegro nunca havia sido campeão em sua carreira. E nesse não apenas conquistou como foi protagonista. O Botafogo também tinha uma história para contar. De superação, da monstruosidade para consagrar mais uma vez Gatito nas cobranças de penalti e do capitão sem taça. Título merecido e vencido em campo.  Parabéns ao Botafogo.

@analisevasco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s