DYBALA TEM RAZÃO –  Entenda porque ele tem dificuldades de atuar com Messi

Por Michel Cobracho

dybala 1

O atacante da Juventus Paulo Dybala citou: “Tenho sorte e é um prazer jogar com Messi, mas ainda que soe estranho, para mim, é difícil jogar com ele na seleção Argentina por atuarmos na mesma posição”.

“Sempre tento deixar o seu espaço, mas não é algo fácil para mim. Na seleção é evidente que sou eu que devo adaptar-me a ele” – Conclui o jovem argentino.

Realmente as palavras de Paulo Dybala não soaram bem para o ambiente futebolístico. Como é difícil jogar com o melhor do mundo? Quantos queriam essa sorte de poder vestir a mesma camisa que veste a Lionel Messi?

Com esta citação, Dybala pode ter fechado as portas para uma futura transferência ao Barcelona, visto que, a equipe catalã estava interessada no atacante da Juventus, chegou até a perguntar aos italianos possíveis valores para a transferência do argentino.

Além de dificultar uma possível transferência ao Barcelona, Paulo Dybala também perdeu espaço entre os titulares da seleção Argentina, comandada por Jorge Sampaoli. Não seria surpresa se “La Joya” ficasse de fora da lista final dos atletas que jogarão a Copa do Mundo na Rússia.

Porém, apesar de toda compreensão que Messi é o melhor jogador da atualidade, podemos dá razão a Dybala. Através desta análise, podemos entender os principais motivos da dificuldade de Dybala com a camisa da seleção.

Por que Dybala tem dificuldade de atuar com Messi?

Lionel Messi e Paulo Dybala são dois jogadores de extrema qualidade técnica, afinal, qual equipe ou seleção não queria poder contar com dois jogadores deste nível técnico? Colocar a qualidade técnica dos atletas em cheque é perca de tempo. Tentar comparar Dybala à Messi também é algo surreal. Não tentaremos compará-los tecnicamente por aqui, enfim, poucos – ou quase nenhum jogador – consegue ser comparado a Lionel Messi no futebol atual.

Dybala e Messi são jogadores canhotos, que atuam na posição de “enganche” em seus respectivos clubes, Juventus e Barcelona. Na Itália, o nome que se dá para a posição de Paulo Dybala na “velha senhora” é “trequartista”, aquele típico jogador que tem por responsabilidade a criação das jogadas ofensivas, que faz a ligação entre o meio e o ataque, normalmente atuando por trás de um centroavante ou um “falso 9” (o papel que desempenha Luís Suárez no Barcelona, por exemplo).

Além do poder de organizar e enxergar o jogo para o sistema ofensivo, o “enganche” ou o “trequartista” oferece ritmo e ataca os espaços vindos de trás, geralmente, se infiltrando na área e finalizando contra a meta adversária.

Esta é a função de Lionel Messi no Barcelona. Esta também é a função de Paulo Dybala na Juventus. Na equipe catalã Messi atua por trás de Luís Suárez, geralmente, em um 4-4-1-1. Enquanto que na equipe de Turim, Dybala flutua por trás de Gonzalo Higuaín, visto que, a equipe de Alegri atua em um 4-2-3-1.

dybala 2Messi é o enganche no 4-4-1-1 de Valverde sob o comando do Barcelona. Feito com o TacticalPad

Principal jogador do Barcelona, Messi arma as jogadas para os companheiros, oferece assistências e passes-chaves, além de marcar gols. Na partida diante do Atlético de Madri, em cobrança de falta, marcou o seu 600º gol como profissional. Um gênio!

dybala 3Dybala é o enganche no 4-2-3-1 de Massimiliano Allegri na Juventus. Feito com o TacticalPad

Paulo Dybala é o jogador com maior qualidade técnica na equipe da Juventus. É aquele do qual pode se esperar uma jogada de luxo e definir a partida em favor da sua equipe, como foi na vitória diante da Lazio, ao marcar nos minutos finais e manter a Juventus na luta pelo título do Campeonato Italiano.

Dybala tem 15 gols na temporada, além de três assistências. Com uma média de 66 minutos jogados por partida, o jovem argentino mantém uma média, aproximadamente, de um gol a cada vez que entra em campo.

Ao analisar o mapa de calor de Lionel Messi e Paulo Dybala atuando em suas respectivas equipes, podemos notar o quão se assemelham a faixa de atuação no campo de jogo. Realmente, além da semelhança na perna esquerda, na posição de “enganche”, ambos atuam na mesma faixa do campo.

dybala 4 Dybala tem razão: mapa de calor confirma que os atletas atuam na mesma faixa do campo.

Na seleção Argentina, sempre que Dybala esteve em campo ao lado de Messi, não conseguiu produzir o quanto se espera do pibe da Juventus. Seria incrível pensar em juntá-los na mesma equipe, porém, um acaba por se inclinar ao outro, e óbvio, Dybala tem que ceder o espaço de Messi, capitão e principal referência da seleção dirigida por Jorge Sampaoli.

dybala 5

Em partida válida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, diante da Venezuela, a Argentina não conseguiu passar de um empate atuando no Monumental de Nuñez. Messi e Dybala iniciaram a partida como titular, percebe-se que estão bem próximos e com a presença de Dybala na equipe, Messi tem a obrigação de recuar um pouco mais para auxiliar na criação das jogadas. Afastar Messi do gol adversário é o que menos Sampaoli busca para a equipe da Argentina.

dybala 6

Em outro flagra, Dybala e Messi praticamente na mesma faixa do campo, ambos partindo da direita para o centro, buscando abrir espaços para a finalização com a perna canhota. Enquanto isso, um enorme espaço vazio pelo centro até o jogador da ponta esquerda, na ocasião Di María.

dybala 7

Ainda pelas Eliminatórias, a Argentina visitou o Uruguai em Montevidéu, novamente com Messi e Dybala juntos de titular. Pode-se notar que os dois estão praticamente juntos em campo, a bola sob controle nos pés de Di María que sempre procura Messi na posição de “enganche”, porém Dybala está bem próximo de Messi evitando com que a bola chegue até o camisa 10 da Argentina.

Enquanto isso, um espaço livre no centro, atrás do centroavante Mauro Icardi. Definitivamente, Dybala e Messi se “chocam” em campo, ou seja, atuam na mesma faixa do campo, inclusive com características de jogo semelhantes.

Com isso, a alternativa para que Dybala possa chegar à Rússia em Junho é como reserva do craque Lionel Messi, titular indiscutível na seleção dos “hermanos”. Para os amistosos diante da Itália e Espanha, Dybala não foi convocado. Seria um indício de perca de espaço na lista de selecionáveis da Argentina? Os torcedores argentinos querem ver Dybala na Copa do Mundo, acreditam que não se deve deixar um jogador desta qualidade de fora, nem que seja para a reserva de Lionel Messi.

https://www.youtube.com/watch?v=ICiE8EYlfmU

@michelcorbacho

Um comentário sobre “DYBALA TEM RAZÃO –  Entenda porque ele tem dificuldades de atuar com Messi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s