POCHETTINO É MÁGICO

Por Rafael Maciel

Mauricio Pochettino é mais um exemplo de jovem ex-jogador, que estudou e se capacitou para virar treinador de elite.

Já se vão quase 10 anos desde o seu primeiro trabalho na casamata, quando estreou no comando técnico do Espanyol, diante do todo-poderoso Barcelona de Guardiola, no dia 20/01/2009. Conseguiu segurar um honroso empate por 0x0.

De lá para cá, ele acumulou 160 partidas pelo clube catalão, 60 partidas pelo Southampton e já conta com 201 partidas pelo Tottenham (atualizado até o dia 10/02/2018). Sua carreira encontra-se em franca evolução e suas últimas 3 temporadas, o consolidaram como um dos maiores treinadores da atualidade.

poc magico 1

Bielsista assumido, Poch foi comandado pelo lendário treinador argentino no início de sua carreira no Newell’s Old  Boys e também quando defendeu a seleção argentina. Mauricio absorveu muito de Bielsa e ao longo de sua carreira como treinador, sempre buscou mesclar os ensinamentos de seu mestre, com os conceitos de outros treinadores consagrados.

Pochettino é detalhista e perfeccionista. Entusiasta da tática e seus mecanismos. Tem a confiança dos jogadores e consegue extrair o máximo potencial de seus comandados. Tem uma boa noção de mercado e trabalha muito bem com os jovens.

Neste artigo, iremos levantar alguns pontos que resumem esta sua boa fase:

            – REPERTÓRIO TÁTICO

 poch magico 2

Mauricio varia muito suas plataformas durante as temporadas, mas sempre acaba escolhendo duas que se destacam. De modo geral, para o elenco dos Spurs, ele preferencialmente adota um tradicional 4231 e em segundo lugar, trabalha com uma plataforma com 3 zagueiros.

Quando atua no 4231, o Tottenham pode variar facilmente para o 4141 (quando Dembelé sobe para a linha de meio campo e deixa Dier/Wanyama isolado à frente da defesa). Pode também variar para o 433, quando Son avança pela esquerda e Ali/Eriksen abrem na direita, deixando Kane na referência.

Quando atua no 3421, a equipe pode se defender no 541 e atacar em um 3223 (quando os laterais avançam e os interiores avançam para o ataque).

– MODELO DE JOGO E ESTRATÉGIAS

Pochettino é um treinador que possui claramente definido o seu Modelo de Jogo, independentemente do Esquema Tático à ser utilizado (plataforma). Para cada tipo de jogo, dependendo de sua análise, Poch faz pequenos ajustes para explorar as fragilidades dos rivais ou para se prevenir diante de suas virtudes (Estratégia de Jogo).

          poch magico 3

Em ambos os jogos, o Tottenham realizou uma ótima partida, sempre respeitando suas características de troca de passes curtos e rápidos (circulação), com profundidade (Kane) e volume ofensivo. Diante do Real Madrid, em pleno Santiago Bernabeu, Pochettino adotou uma linha de 5 sólida, mas que acabava variando em um 352 (quando os laterais geravam amplitude no meio campo).

Com modelo centrado em transições rápidas, troca de passes curtos, aceleração da bola no terço-final e sempre com no mínimo um homem na referência de ataque, o Tottenham de Pochettino explora muito seus laterais no apoio ofensivo  e valoriza a polivalência de seus atletas.

– POTENCIALIZADOR DE TALENTOS

Quando falamos de destaques individuais no Tottenham, logo lembramos de Harry Kane, indiscutivelmente o nome que está vivendo o maior momento individual da equipe. Porém não podemos nos esquecer de outros nomes da equipe, que são fundamentais para Pochettino:

  • Lloris (Goleiro): Seguro em baixo das traves, líder e oferece boa opção para linhas de passe.
  • Vertonghen (Zagueiro): Seguro no chão e nas disputas aéreas, o zagueiro belga possui bom controle de bola e qualidade em seus passes. Faz muito bem o lançamento diagonal em direção à ponta direita. Polivalente, pode atuar no lado direito da defesa e até mesmo na lateral-esquerda.
  • Dembélé (Volante): Representa o equilíbrio da equipe. Defende, auxilia na saída de trás e oferece apoio na zona de pressão no ataque. Dembélé faz a função de segundo-volante, tendo liberdade para carregar mais a bola e auxiliar nas transições.
  • Eriksen (Meia): Dotado de uma técnica invejável, Eriksen possui bom passe, bom lançamento, cruzamento, finalização e bola parada. Pode atuar como interior, como volante mais ofensivo e até na extrema direita (revezando com Ali). O dinamarquês é o jogador com maior característica de passe de ruptura do elenco.
  • Delle Ali (Meia): Habilidoso e técnico, Ali pode atuar fazendo funções mais defensivas no meio campo, como meia central, extrema direita e até como segundo atacante. Pode atuar por dentro ou pelas pontas. Nesta temporada, Ali vem atuando um pouco mais atrás da linha ofensiva, porém mesmo assim é o segundo jogador com maior participação direta em gols da equipe (gols+assistências) nesta temporada, com 20 eventos (9 gols e 11 assistências).
  • Son (Atacante): O sul-coreano vem atravessando sua melhor fase na equipe de Londres. Com muita velocidade (com a bola e sem a bola), Son é a principal válvula de escape quando a equipe busca acelerar uma transição pelo corredor esquerdo. Com ótima finalização com a perna esquerda, perna direita, de média e longa distância, o sul-coreano é o vice-artilheiro da equipe com 11 gols. Porém Son também o segundo maior em número de assistências.
  • Kane (Atacante): Muito mais do que um centroavante “fazedor de gols”, Kane representa todas as fases de construções ofensivas da equipe: ele se movimenta, arrasta marcação, volta para auxiliar nas construções, pressiona muito bem a saída do adversário e está sempre bem posicionado dentro da área. Pelo Tottenham, Kane já tem 32 gols na temporada (14 com a perna direita, 12 com a perna esquerda e 6 gols de cabeça – (2 fora da área, 20 dentro da grande área e 10 na pequena área). Vivendo um excelente fase, há pelo menos 3 temporadas, Kane está consolidado no Top 3 dos maiores centroavantes do mundo (sendo um dos mais cobiçados).
  • Kane+Son+Ali+Eriksen (Quarteto Ofensivo): Dos 76 gols marcados pela equipe na temporada, em 69 houveram participações de ao menos um membro deste quarteto. Ou seja, estes quatro, são responsáveis por 91% dos gols da equipe.

Além de administrar muito bem o talento de seus jogadores chaves, Poch sempre busca desenvolver novos talentos: Davidson Sanches, Trippier, Ben Davies e Eric Dier, são outros exemplos de nomes que estão fazendo boa temporada e vem apresentando evolução.

Por esses e outros motivos, a torcida do Tottenham canta aos plenos pulmões, que Mauricio Pochettino é mágico. Ele consolidou a equipe na briga pelo Top 3 da Liga Inglesa, contra equipes gigantes e com maior volume de investimentos, além de conseguir uma ótima classificação como 1º lugar na fase de grupos da Champions League desta temporada.

Por fim, ficamos com os números da temporada dos Spurs:

poch magico 4

 @rafaellomaciel

 

Anúncios

2 comentários sobre “POCHETTINO É MÁGICO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s